Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Chega de piadas que os professores não mudam: nós somos inovadores por essência e a educação é a luz no fim do túnel
 
Chega de piadas que os professores não mudam: nós somos inovadores por essência e a educação é a luz no fim do túnel
14/10/2020 as 10:48 h  Autor Dinamara P. Machado e Gisele d  Imprimir Imprimir
Durante muitos e muitos anos de docência, ouvimos de outras áreas e até mesmo de profissionais sensacionalistas em suas palestras, que tudo mudou menos a escola. Foram anos e anos engolindo a seco ou apenas saindo dos auditórios por ter a certeza que no cotidiano das salas de aulas, tínhamos incorporado os avanços da psicologia, e aquela criança que os pais não entendiam, tinham espaço nas antigas salas de reforço. Sabíamos que aquela metodologia do feijão no algodão revelaria no futuro, o engenheiro ambiental, o matemático (...) que aprendeu em tenra idade a fazer projeções.

Muito antes do modismo dos jogos em distintos cenários, tínhamos a certeza de que a ludicidade proporcionava e proporciona foco absoluto e torna qualquer atividade espontânea e produtiva, mas muitos acreditavam que era apenas um joguinho e que a criança ou adolescente estava perdendo tempo na escola, afinal, em vez de aprender, estavam jogando com os coleguinhas. Em tempo, temos distintas teorias que embasam o trabalho lúdico para aprendizagem que perpassam desde Froebel até Csikszentmihalyi com sua Teoria do Flow.

Como nossa carreira é longa, durante muitos anos percebemos que surgem receitas que se dizem milagrosas, ou seja, empresas de eventos que pegam alguma tendência e começam a espalhar aos quatro ventos que descobriram o eldorado na aprendizagem. Desconfie, desconfie sempre!  Afinal, aprendizagem acontece do plural para o singular, ninguém pode aprender por outrem. O que nós professores podemos fazer é utilizar diferentes estratégias de transposição didática, a partir de recursos analógicos e digitais, do papel político, respeitando os limites e limitações do estudante e famílias, na certeza de que nossa profissão somente existe por termos um estudante e seus familiares do outro lado, e mesmo que não saiba ou compreenda, a aprendizagem é o que libertará e o aprisionará nessa sociedade líquida e exponencial.

Somos rotuladas como as “tias”, aquelas que não tem poder econômico, de dinossauros, as que usam colar de pérolas e laquê no cabelo (...). Vamos esclarecer rapidamente, não somos “tias”, pois fazemos que a aprendizagem cause estranheza diante da realidade da vida, ou melhor, somos para muito além de lembranças de domingo depois do almoço, estamos presentes cinco dias por semana, e quando na Educação Infantil, oito horas por dia, ensinamos convivência, as primeiras letras e o filosofar com Pequeno Príncipe. Quanto ao sermos dinossauros, mesmo antes da pandemia, já tínhamos assumido que com a linguagem de programação LOGO podíamos ensinar principalmente para aqueles que tinham dificuldade. Uma pequena tartaruga já fez muita diferença na vida de muitos adultos empreendedores.  Pérolas e laquê, somos vaidosas, e sim, nossos estudantes merecem nos reconhecer como se estivéssemos com aquele visual de festa, pois toda aula é um encontro social para o desenvolvimento da aprendizagem, e o florescimento de um ser mais humano.

Pense na atuação dos professores e professoras para além de rótulos, se é tradicional ou inovadora, se tem competências digitais (...), afinal, eles têm feito seu papel social, e com erros e acertos, saímos de um país que vivia num mar de analfabetos na virada do século XX, para 18% da população brasileira com Educação Superior no século XXI.  Ainda temos muitas lutas em prol de ensinar tudo para todos, abranger a diversidade social ainda é um grande desafio, porém, respeitar a inteligência e os sentimentos dos aprendizes, conforme preconizou Comênio, ainda é fundamental, assim, rótulos apenas caem pelo tempo diante do legado dos professores pela educação do nosso país.

O que temos certeza é que a sociedade precisa de HUMANOS éticos, responsáveis por seus atos e corresponsáveis pelo desenvolvimento social, felizes pela conquista do amor da sua vida, do respeito dos seus familiares, amigos e colegas, que consigam enxergam o outro e exerçam alteridade e compaixão.

Se ainda não está convencido que somos inovadores por essência, dedique cinco minutos do seu tempo e veja inúmeras superações no último semestre. Seu filho, seu sobrinho (...) continuam aprendendo, pela televisão, por material, por mensagem (...). Finalmente essa criança, esse adolescente, esse idoso está sendo visto. E se não acreditar no poder transformador da educação, pare o mundo com seu poder avassalador e sua carreira de sucesso e tenha apenas humildade de parabenizar aquela professora que te ensinou as primeiras letras.

Parabéns para nós professores, e que possamos acreditar todos os dias que podemos trazer o Humano do Humano. E a partir de nossa concepção cristã “nunca, jamais desanimes embora venham ventos contrários”. Parabéns, parabéns, parabéns.



Por Dinamara P. Machado é diretora da Escola Superior de Educação do Centro Universitário Internacional Uninter.


... e Gisele do Rocio Cordeiro é coordenadora da área de educação do Centro Universitário Internacional Uninter

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK