Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Segurança no uso do 2,4-D e glifosato
 
Segurança no uso do 2,4-D e glifosato
16/12/2015 as 16:31 h  Autor Prof. Dr Flavio A. D. Zambrone  Imprimir Imprimir
Órgãos reguladores de vários países e diversas entidades científicas de todo o mundo revisaram os estudos realizados sobre a segurança dos herbicidas 2,4-D e glifosato e chegaram à conclusão de que eles não causam malformações, como a microcefalia. Estes organismos incluem a Health Canada, a Agência de Proteção ao Meio Ambiente dos Estados Unidos (EPA) e a Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA). Estes produtos são utilizados em centenas de países, todos com tradição agrícola, incluindo o Brasil.

Há um amplo conhecimento sobre a toxicidade do 2,4-D e do glifosato em relação ao desenvolvimento e reprodução em mamíferos de laboratório, que são modelos mais adequados para medir efeitos potenciais em seres humanos. Esses trabalhos incluem estudos sobre o desenvolvimento de ratos e coelhos e estudos de toxicidade reprodutiva em ratos. O 2,4-D e o glifosato não induziram o aparecimento de microcefalia em nenhum desses estudos, nem ocorreu nenhuma evidência de toxicidade para o desenvolvimento ou na reprodução. As doses usadas nesses estudos excederam os níveis de exposição de seres humanos em várias ordens de magnitude.

As evidências disponíveis não apoiam a tese de que o uso do 2,4-D e do glifosato pode ser a causa dos casos recentes de microcefalia no Nordeste brasileiro. No dia 28 de novembro, o Ministério da Saúde confirmou por meio de nota a relação entre o vírus Zika e o surto de microcefalia na região, com base no resultado de exames realizados em um bebê, nascido no Ceará. O Ministério confirmou o resultado do Instituto Evandro Chagas, que anunciou ter identificado a presença do zika vírus em amostras de sangue e tecidos deste bebê. A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou esta hipótese. Em conjunto com a Opas (Organização Pan-Americana de Saúde), emitiu oficialmente um alerta epidemiológico mundial para que se estabeleçam medidas de diagnóstico e acompanhamento de casos de Zika vírus. Pela primeira vez, a organização reconheceu a relação entre o vírus e os casos de microcefalia.

Concluindo, não se pode prover informações de saúde pública, sem comunicar o risco. Entretanto, estas informações devem sempre ser sustentadas por trabalhos científicos adequados e embasados. Informação correta traz segurança e ajuda. Especulações e ilações desprovidas de sustentação levam a atitudes equivocadas e que em nada ajudam a já combalida Saúde Pública brasileira.

Prof. Dr Flavio A. D. Zambrone MD, PhD - Médico toxicologista, Especialista em Toxicologia pela Clinica-Universidade de Paris-França, Especialista em Saúde Pública pela Unicamp, Doutor em Medicina pela Unicamp, Ex-professor de Toxicologia e Saúde Pública pela Unicamp, Membro da American Academy of Clinical Toxicology, Membro do American College of Clinical Toxicology e parceiro da Iniciativa 2,4-D.

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK