Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > UM SEGREDO
 
UM SEGREDO
21/12/2012 as 18:59 h  Autor Luiz Eduardo Cheida  Imprimir Imprimir
Vou te contar um segredo.

Por mais que eu fuce e escarafunche nas conclusões absolutas dos ecologistas, nos alfarrábios da academia, nas conversas dos bares e arrabaldes, nada encontro de mais forte, sobre os males ambientais, que a questão da solidariedade. Sua ausência é causa; sua presença é cura.

Se alguém diz:

- A grande causa da tragédia ambiental é o consumismo.

Eu penso:

- O consumo exagerado, que extrai, gasta, destrói, corrói e aniquila os recursos naturais é o oposto do compartilhamento. Só compartilha quem tem solidariedade.

Se o consumismo é doença, a solidariedade é cura.

Se alguém diz:

- O egoísmo coloca o homem como centro das coisas. Às demais espécies restam as sobras de uma natureza convertida aos interesses dessa espécie voraz. No egoísmo moram as causas dos problemas ambientais.

Eu penso:

- O egoísmo, excessivo e exclusivo amor a si mesmo, considera só o próprio bem e ignora os interesses alheios. Trata os demais como seres de segunda categoria. Para o egoísta, a natureza existe apenas para servi-lo. O egoísmo só é possível quando se descarta a solidariedade.
 
Se o egoísmo é doença, a solidariedade é cura.

Se alguém diz:

- Quem chancela as agressões ao mundo natural é o individualismo.
Eu penso:

- Para o individualista, o indivíduo é o valor mais elevado dentre todas as coisas. Assim, é inevitável que ele seja o objetivo de tudo o que existe.

Como, então, partilhar do sofrimento alheio? Como apoiar causas que são de interesse de outras espécies vivas? Como responsabilizar-se por um mundo biodiverso?

Na contra-mão do individualismo está a solidariedade, que estabelece laços; que vincula a pessoa a outras pessoas e a outras espécies. E, por isso mesmo, oferece sua cota-parte na manutenção da biodiversidade.

Se o individualismo é doença, a solidariedade é cura.

Se alguém diz:

- A acumulação, que trata a natureza como mercadoria, é quem a destrói.

Eu penso:

Quem acumula, amontoa, amplifica, acaba por ajuntar mais do que necessita. Como tudo provém da natureza, e ela é limitada e de recursos finitos, tirar mais que o necessário, acabará por exauri-la. É uma atitude irresponsável que, além de tudo, gera pobreza e exclusão, ambas também causas de distúrbios ambientais. A acumulação é o avesso da solidariedade, já que esta propõe a responsabilidade e o apoio recíproco entre os seres.

Se a acumulação é doença, a solidariedade é cura.

Se alguém diz:

- A competição é o mal de que padece este mundo desequilibrado.

Eu penso:

- A competição enseja disputa e a disputa, vitórias. De forma litigiosa nos relacionamos com o mundo natural: luta, desafio, rivalidade, disputa. É necessário vencer a natureza. É mesmo necessário vencer a natureza?

Os seres mais evoluídos há muito entenderam que o natural é partilhar. A solidariedade é o caminho óbvio da sobrevivência. As espécies que não entenderam isso há muito já se foram. Nós, humanos, ainda estamos aqui porque somos a mais recente dentre elas. Uma questão de tempo, caso continuemos agindo como adversários.

Laços, vínculos recíprocos, apoio ou adesão às causas dos outros, co-responsabilidade e partilha. Estes são princípios opostos à competição. São exatamente princípios de solidariedade.
 
Se a competição é doença, a solidariedade é cura.

Um mundo solidário: este é o segredo!

Faça tudo objetivando a solidariedade. Assim, ao invés de descartável, você se tornará imprescindível. E nem é preciso entender de ecologia.

Natal... não é nesta data que comemoramos o nascimento de quem viveu e morreu por um mundo solidário?
Um forte abraço, FELIZ NATAL a você e sua família, e até sexta que vem.
    
Luiz Eduardo Cheida é médico, deputado estadual e presidente da Comissão de Ecologia e Meio Ambiente da Assembléia Legislativa do Paraná. Premiado pela ONU por seus projetos ambientais, foi prefeito de Londrina, secretário de Estado do Meio Ambiente, membro titular do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) e do Conselho Nacional de Recursos Hídricos.

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK