Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > A greve imoral dos marajás no Brasil
 
A greve imoral dos marajás no Brasil
06/03/2018 as 15:09 h  Autor Genaldo de Melo  Imprimir Imprimir
Se fosse há alguns anos atrás a notícia de greve de juizes federais por privilégios, poderíamos até mesmo dizer que se tratasse de piada de mau gosto de algum palhaço de circo. Mas como estamos vivendo em um estado de exceção, os nobres mancebos vão de fato fazer uma paralisação no próximo dia 15 de março em defesa do tão "suado" auxílio-moradia. Uma imoralidade desses juízes federais que vem há algum tempo defendendo a narrativa da moralidade com a coisa pública!

Se não fosse por uma denúncia de que o juiz federal da Lava Jato Marcelo Bretas (aquele bom "moralista" que só faltou algemar os olhos de Sérgio Cabral), de que tanto ele como a mulher querem ambos receber o auxílio-moradia, mesmo trabalhando na mesma cidade e com imóveis em seus nomes, o Brasil não ficaria sabendo dessa imoralidade pública desses marajás.

Não se pode dizer que não é correto um juiz receber um auxílio-moradia, desde que ele trabalhe, e comprove isso, em localidade em que ele não tem imóvel, e nem durante sua estadia profissional venha a ter. É a regra da legislação que esses mesmos juízes que querem infringí-la são considerados os guardiões.

A greve não posso dizer que é direito ou uma imoralidade, porque quem julga a legalidade de greves são os próprios juízes. Mas receber quase cinco salários mínimos de auxílio-moradia sem precisar legalmente dele, isso sim que pode ser chamado com todas as letras de imoralidade.

Essa imoralidade de certos juízes federais (porque têm juízes que sabem que não pode fazer isso) custou ao Estado Brasileiro até o momento a bagatela de R$ 4,3 bilhões, que dariam para construir 86 mil moradias populares para cerca de 344 mil pessoas. Ou seja, o governo está gastando bilhões com esses marajás que não precisam de ajuda de custo para moradia, porque são proprietários de imóveis, enquanto que mais de 80% dos brasileiros vivem com a "fortuna" de menos de mil reais por mês.
 
É por demais vergonhoso para o Brasil diante do mundo ver esses marajás que tomam decisões contra greves de trabalhadores que recebem no final do mês apenas um salário mínimo, enquanto eles recebem fortunas e são donos de verdadeiras mansões de luxo, paralisarem suas atividades por privilégios que a grande maioria do povo brasileiro não pode ter.

Exemplos vergonhosos para o Brasil vem exatamente do melhores moralistas do momento. Marcelo Bretas que entrou na justiça para receber dois auxílios-moradia (totalizando quase R$ 9 mil por mês), e Sérgio Moro que ganha por mês alguns milhares de reais acima do teto constitucional permitido no Brasil, com imóvel em Curitiba. Ambos não precisam infringir as regras elementares, porque ambos tem imóveis nas cidades que moram e trabalham. Fica a dúvida se só tem vampiro no Palácio do Planalto...!



Por Genaldo de Melo
genaldo40.blogspot.com

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK