Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > A VITIMIZAÇÃO DE LULA
 
A VITIMIZAÇÃO DE LULA
06/03/2018 as 15:02 h  Autor Gaudêncio Torquato,  Imprimir Imprimir
A taxa de racionalidade no processo decisório da sociedade tem se expandido na esteira da contrariedade contra os políticos. Pesquisas qualitativas mostram uma expressão dura – chegando ao baixo calão – quando grupos de todas as idades e classes se referem aos nossos representantes. Impressiona o alto índice de votos em “nenhum” candidato, em se tratando dos pleitos estaduais. A indignação até pode indicar “emoção” nas respostas, mas o fato é que o voto sai cada vez mais do coração para subir à cabeça, a denotar a vontade do eleitor de decidir de maneira autônoma, livre, não se deixando levar por ondas emotivas, essas que partidos teimam em querer produzir.

Vejamos o caso de Lula. Que deu ampla entrevista ao jornal FSP (1/03/2017), onde diz com todas as letras que sua condenação pelo juiz Sérgio Moro e pela 2ª Instância produzirá uma vítima “desnecessária”.  Lula vai vestir por inteiro a fantasia de vítima perseguida por um juiz, que, para ele, deveria “ser exonerado a bem do serviço público”. Portanto, o cenário com o comandante petista condenado já está devidamente desenhado. O povo não foi chamado a ir às ruas, disse, mas ele poderá fazê-lo, o que criaria imensa balbúrdia, ainda mais pelo fato de que pode vir a “ganhar até no primeiro turno”.
 
Luiz Inácio é, sem dúvida, um líder carismático. Exerce grande atração para as massas. É intuitivo, escolhe o discurso adequado aos momentos, usando o timbre rouco de voz, movimentando-se no palanque como nenhum outro político saberia fazê-lo e, para assim gerar empatia com plateias. Essa é a síntese do que se tem dito sobre as qualidades de Lula, ainda conhecido pela capacidade de ser “esponja” e “teflon”, ou seja, absorve tudo que ouve (números, informações, contexto) sem deixar que nada negativo cole nele. Há, porém, uma dúvida que será respondida ao longo do ano: essa é a moldura atual ou uma fotografia antiga?

A verdade é que o PT e seus líderes não são mais os pregoeiros da verdade. Do mensalão para cá, descem a ladeira do precipício. José Dirceu, preso, vê seus bens indo a leilão; João Vaccari, ex-tesoureiro, continua preso; o ex-poderoso ministro Palocci está preso e, segundo Lula, “quem faz delação quer ficar com uma parte daquilo que se apoderou” (referindo-se a seu ex-braço direito). O próprio ex-presidente, condenado, tem seu nome praticamente todos os dias envolvido na fogueira da Lava Jato. Será que nada cola nele? Ou será que o petismo ainda acredita ser o partido ético, revolucionário, não tendo a ver com a roubalheira na Petrobrás? Seria uma conspiração norte-americana para se apropriar do nosso petróleo? É o que diz Lula, quando garante que interessa a eles “o fim da lei que regula o petróleo”. Ou seja, há uma conspiração contra o Brasil.

É fato que o nosso ex-metalúrgico é líder nas pesquisas. Ocorre que a campanha massiva não começou. Ele e Bolsonaro, porém, já iniciaram sua perambulação eleitoral. Garantirão os bons índices que exibem ante o bombardeio que se travará ao correr da campanha? Pouco provável. Militantes do PT e de movimentos certamente inundarão as ruas com bandeiras vermelhas para protestar contra eventual barreira à candidatura de seu ícone. Que poderá tentar acender o pavio de fogueiras em Estados da Federação. O carisma não é uma fonte inesgotável. Pode ser corroído pela sujeira rotineira de escândalos envolvendo os protagonistas, inclusive os carismáticos.

O Brasil está mudando. 



Gaudêncio Torquato
, jornalista, professor titular da USP é consultor político e de comunicação. Twitter: @gaudtorquato
 

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK