Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Novo Fundo Eleitoral é mais um ataque gratuito lançado contra o povo no Brasil
 
Novo Fundo Eleitoral é mais um ataque gratuito lançado contra o povo no Brasil
24/10/2016 as 10:27 h  Autor Genaldo de Melo  Imprimir Imprimir
Por mais que os deputados federais desse sistema representativo que não mais funciona no Brasil, comprovado pelas últimas votações no Congresso Nacional em que o povo não foi contemplado em nada, queiram criar outro instituto de financiamento para políticos, provavelmente a sociedade brasileira não vai concordar apesar de nada poder fazer nesse momento.

A proposta do Ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, de criar um novo Fundo Eleitoral bilionário exclusivamente para financiar campanhas eleitorais em lugar do financiamento eleitoral feito por empresários, é um tapa no rosto dos brasileiros, porque esse dinheiro deverá necessariamente sair dos cofres públicos.

A ideia foi bem recebida pelos líderes partidários (como sempre) porque interessa diretamente a eles, já que o entendimento geral é de que não há espaço para a volta do financiamento empresarial de campanhas. Pela primeira vez, em duas décadas, os candidatos e os partidos não puderam contar este ano com as doações de empresas, apenas com doações de pessoas físicas e contribuições dos partidos.

O problema é que como eles mesmos começam a defender que esse Fundo Eleitoral, que será debatido na Comissão Especial de Reforma Política, terá que ser composto com recursos financeiros da ordem de quatro vezes mais do que o Fundo Partidário existente, que somente esse já consome dos cofres públicos a quantia de R$ 819 milhões, isso significa que os empresários não financiam mais as campanhas, mas os brasileiros é que financiarão já que todo o dinheiro deve vir do Estado.

Parece que não tem jeito mesmo com esse sistema de democracia representativa no Brasil, pois quando os “representantes” do povo eliminam processos que necessariamente são para combater a corrupção, criam outros instrumentos para literalmente prejudicar o povo brasileiro.

É vergonhoso isso! O povo não deveria financiar quem não lhes representa. Mas Já foram indicados para compor o grupo como membros titulares: Daniel Vilela (PMDB-GO), Efraim Filho (DEM-PB), Mauro Mariani (PMDB-SC), Sergio Souza (PMDB-PR), Edio Lopes (PR-RR) e Lúcio Vale (PR-PA). Como suplentes: Hildo Rocha (PMDB-MA), Hugo Motta (PMDB-PB), Marcelo Castro (PMDB-PI), José Rocha (PR-BA) e Milton Monti (PR-SP). E para presidir as discussões as funções serão desempenhadas pelos deputados Vicente Cândido (PT-SP) e Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), respectivamente.

É dose cavalar para colocar qualquer leão feroz prá dormir! Mas é a mais pura e vergonhosa verdade de que os atuais quadros políticos que se dizem representantes do povo estão mesmo interessados é em "ferrar" com o povo. Pobre democracia representativa e pobre povo brasileiro que nada por enquanto pode fazer!




Genaldo de Melo
Fonte: genaldo40.blogspot.com

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK