Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Lula, as leis e a Justiça
 
Lula, as leis e a Justiça
23/09/2016 as 16:41 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&cce  Imprimir Imprimir
A atenção dos brasileiros tem sido canalizada para o embate sobre as denúncias contra o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, agora formalmente processado por envolvimento na corrupção da Petrobras. Desde a eclosão do mensalão, em 2005, o ex-metalúrgico feito líder político e presidente foi acusado de ser o chefe da roubalheira. Por força da liderança que possuía, escapou do impeachment e ainda elegeu e reelegeu sua sucessora, agora “impichada”. Mas hoje, depois de descobertos os esquemas que, juntamente com o seu partido, utilizou para manter a liderança, não há mais como esconder a sua mão ativa ou omissa nas cenas dos crimes.

Sem qualquer dúvida, Lula empreendeu uma grande caminhada. Partindo do chão de fábrica, confrontou os militares – há quem diga que foi tolerado ou até inventado por eles -, esteve presente na luta pelas diretas ao lado de grandes figuras do movimento e, assim que foi possível, passou a operar em faixa própria, menosprezando seus colegas deputados (recorde-se o episódio dos 300 picaretas), batendo-se contra a Constituição, o Plano Real e outros marcos que os ditos democratizadores da virada dos 70⁄80 produziram. Apoiado pela igreja católica e por intelectuais que mais tarde não o resistiriam, formou o seu sistema à base do culto pessoal, nos moldes dos mantidos por ditadores, tiranos e messiânicos de diferentes épocas. O fez porque encontrou parceiros e ambiente para tanto.

Agora, quando a casa caiu, como se diz no jargão policial, nada mais normal que o acusado se defender. O que nos parece exagerado é a importância que se procura atribuir a essa defesa. Os brasileiros, tanto os favoráveis quanto os contrários a Lula e ao petismo, têm de compreender que existem fatos a serem apurados e penas a serem aplicadas de acordo com o ordenamento jurídico pátrio.  E que isso deve valer, nas mesmas condições, para Lula e para qualquer outro cidadão brasileiro acusado do cometimento de ilícitos, desde o mais rico até o mais pobre.

Exageram os que ridicularizam o ex-presidente e, pelas redes sociais, pedem a sua prisão. Em vez disso, o ideal é que a polícia, o Ministério Público e a Justiça tenham condições de apurar detalhadamente as denúncias que pesam sobre seus ombros e dos e de seus parceiros e lhes atribuam a mais justa sentença. Nem mais, nem menos do que o previsto para aquilo que comprovadamente tenham cometido. E, se da apuração restar comprovada a inocência, que esta seja proclamada com as devidas justificativas. O país não pode viver permanentemente impactado pelo embate político-criminal. Faça-se a Justiça, de preferência, sem alarde...
 
Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK