Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > O futuro nas mãos do Senado
 
O futuro nas mãos do Senado
18/04/2016 as 18:12 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&cce  Imprimir Imprimir
Em 1961, na renúncia de Jânio Quadros, os militares e a oposição tentaram impedir a posse do vice João Goulart. Ele só assumiu depois de concordar com a apressada instituição do parlamentarismo, que depois viria a ser rejeitado em plebiscito. Em 68, durante o regime militar, o vice Pedro Aleixo foi impedido de assumir na doença e morte de Costa e Silva. Quando Sarney assumiu, em Lugar de Tancredo, que morreria a 21 de abril de 1985, muitos torceram o nariz. Agora vemos Michel Temer, em vias de assumir, acusado de agir como “conspirador” e “golpista” pela presidente Dilma Rousseff, ao lado de quem figurou como candidato nas eleições de 2014. Além dos exemplos nacionais, existem centenas, talvez milhares de outros em níveis estadual e municipal, onde o governante é contrariado ou se perde e investe furiosamente contra seu vice, procurando desqualificá-lo e ignorando que, queira ou não, ele também é dono dos votos recebidos pela chapa.

O que aconteceu até agora, no processo contra Dilma, pode ser tributado à estratégia de defesa da presidente e do PT. É compreensível que ainda lutem pelos instrumentos políticos e jurídicos no decorrer da tramitação do processo pelo Senado. Mas é inaceitável que, sob qualquer pretexto, se recorra à desobediência civil e ao “incendiar” da pátria, ameaçados pelos petistas e seus aliados. Se isto acontecer, carece de severa reprimenda, em nome da manutenção da ordem e da democracia. O Brasil de hoje dispõe de forças de segurança e de instrumentos legais capazes de evitar o caos irresponsavelmente anunciado. É preciso manter esses recursos atentos e preparados e, se necessário, deixar que cumpram suas finalidades, sem excessos nem omissões.

O Senado Federal agora está com a responsabilidade pelo futuro do país. Desde a hora em que os deputados votaram pela admissibilidade do impeachment, as vistas da nação voltaram-se para os senadores. Todo o tempo que demorarem para votar se afastam ou não afastam a presidente da República, constituirá um vácuo na vida nacional e, nesse ambiente, a crise tende a aumentar o sofrimento do povo. Espera-se dos senhores senadores decisão num país que tem pressa. Cada um dos 81 integrantes do Senado tem o dever de agilizar o processo, dar oportunidades idênticas para acusação e defesa, e decidir de acordo com os interesses nacionais. Cada dia que se perder na definição do quadro será um dia de injustificado retrocesso. Decisão Já!




Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK