Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Por uma revolução no Congresso Nacional
 
Por uma revolução no Congresso Nacional
04/04/2016 as 10:52 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&cce  Imprimir Imprimir
Passamos por um delicado momento da nacionalidade. A economia vai mal, o governo bate recordes de impopularidade e a classe política está desacreditada. Os malfeitos, que dia-a-dia vão se tornando públicos. conduzem a população ao desânimo que, a qualquer instante, pode se transformar em revolta, especialmente quando existem insufladores que insistem em usar o povo em defesa de suas teses e interesses, muitas vezes inconfessáveis. A democracia brasileira, cantada em prosa e verso durante as ultimas três década, mas pouco respeitada, dá sinais de cansaço. Interesseiros (até criminososa invocam e em seu nome cometem ilícitos que a ferem e fazem o povo sofrer.

Vivemos o impasse. Depois de anos de políticas econômicas temerárias, o governo tenta o ajuste fiscal desde a virada de 2014 para 2015 e não consegue avançar. As massas manipuladas durante anos não aceitam mudanças. A classe política engolfada pelos maus hábitos da coalizão pós-eleitoral está convulsionada e tem parcela significativa de seus membros comprometida em ilícitos nunca antes vistos. Descem ladeira abaixo a presidente da República, os presidentes da Câmara e Senado e dezenas de parlamentares, executivos, servidores e atravessadores ameaçados pelos escândalos de corrupção em apuração pela Justiça. E o pior é que todos procuram salvar a própria pele, mesmo que isso custe a dor, o sofrimento e até o sangue do povo.

O Brasil precisa de solução urgente. Se os detentores de mandatos comprometidos não têm a dignidade de renunciar mesmo sabendo que já são inviáveis,  a parcela boa,  e não comprometida do Congresso Nacional deveria, com a seriedade que o momento requer, montar uma frente suprapartidária para recolocar o país nos trilhos. Agora, que o Supremo Tribunal Federal já definiu qual o rito do processo de impeachment presidencial, não há o que esperar. Há que se decidir rápido para tirar o Brasil do impasse e aproveitar a oportunidade para cassar as aves de rapina que tanto mal causam ao Poder Legislativo. Os bons congressistas têm o dever de enfrentar os corruptos e malfeitores antes que estes sejam capazes de sufocar a República.

O Legislativo, poder diretamente encarregado de representar o povo, não pode ficar à mercê de corruptos ou de esquemas criminosos. Todos seus membros que tiverem contas a ajustar com a Justiça, terão de enfrentá-la, assim como os governantes, ex-governantes, empresários e atravessadores metidos em esquemas ilegais. Os malfeitos cometidos já prejudicaram muito o Brasil que, felizmente, encontrou no Judiciário forças para estancá-los. Agora é a hora dos congressistas honrados fazerem a sua parte e tirar o país da lama, realizando uma saudável revolução do bem e da legalidade.




Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK