Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Cuidados em tempos de crise: “cada galinha sabe a pedra que aguenta engolir”
 
Cuidados em tempos de crise: “cada galinha sabe a pedra que aguenta engolir”
23/03/2015 as 19:21 h  Autor Lélio Braga Calhau  Imprimir Imprimir
Uma vez, ao começar aos vinte e pouco anos a advogar, comentei com um juiz de direito, a dificuldade de saber exatamente os passos que eu buscava dar naquele momento da minha vida.  Ele, muito gozador, me lembrou que não me preocupasse exatamente com isso, pois a vida me encaminharia, se eu me preparasse bem. Mas lembrou de uma advertência, que lhe foi passada por um dos avós: “cada galinha sabe a pedra que aguenta engolir”.

Tal advertência, se aplica muito bem para nós, consumidores, no exato momento econômico delicado em que estamos vivendo. Para agravar a situação, que já não estava nada boa, começou também uma crise política, que não sabemos quando termina, até porque, pelo que se apresentou até agora, há muita coisa ainda a ser descoberta. Em resumo, temos um quadro bem negro na economia para os próximos meses, ou até para os próximos anos. Não sabemos o tamanho da extensão ou a profundidade dos problemas que enfrentaremos.    

Neste momento de incerteza econômica, um dos piores que já presenciei na vida, o ditado acima, pode se aplicar a todos nós, como recomendação de se agir com prudência redobrada para se passar pela tempestade econômica que atinge a todos. Ela vai passar com certeza. Pode ser em meses; mas, não podemos nos esquecer, que pode demorar anos. E os que não se preparam adequadamente para tempos de incerteza, ou os que não agirem com cautela necessária, podem se perder no meio do caminho, trazendo dificuldades não só para si, como também para seus familiares.

Em períodos turbulentos como o atual, vale a máxima de um colega, que ontem me lembrou da necessidade de sobrevivermos economicamente (sobretudo) a este momento nacional delicado. O principal, creio eu, é evitar jogadas financeiras arriscadas agora. Saber exatamente onde se pode ir e buscar ter um “colchão de liquidez” para evitar mais dissabores financeiros.

Por exemplo, a tentação de comprar as coisas que ficam muito baratas nessas crises é grande, mas o cuidado deve ser redobrado. Elas podem cair mais ainda de preço e não se recuperarem, como, por exemplo, algumas empresas no mercado de ações. É importante atentar sempre que não existe nenhum investimento 100% sem riscos. E eles, no momento, estão em níveis bem preocupantes. Então, saiba bem os seus limites para não tentar dar um passo maior que a perna. Não dá para correr o risco de engolir uma pedra maior do que você pode suportar.


Lélio Braga Calhau

Promotor de Justiça de defesa do consumidor do Ministério Público de Minas Gerais. Graduado em Psicologia pela UNIVALE, é Mestre em Direito do Estado e Cidadania pela UFG-RJ e Coordenador do site e do Podcast "Educação Financeira para Todos".

Comente via Facebook
Mais Artigos
Não há comentários.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK