Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > O padre e o educador
 
O padre e o educador
13/11/2014 as 10:12 h  Autor João Baptista Herkenh  Imprimir Imprimir
As comemorações pelo decurso de vinte e cinco anos estão mais comumente ligadas a datas festivas: casamento, fundação de instituições beneméritas, episódios históricos, promulgação de leis.

Mas também relembramos 25 anos da morte de alguém. Nesta hipótese a celebração é de luto. E é motivo de revolta quando, passados vinte e cinco anos de um assassinato, os autores do crime não tenham sido julgados.

O Padre Gabriel Maire foi morto na véspera do Natal, em 1989, há vinte e cinco anos portanto.

O júri deveria ocorrer, com indesculpável atraso, há alguns dias, no fórum de Vila Velha, mas foi adiado. Compareceriam para o julgamento apenas os executores da empreitada porque só esses foram pronunciados. Os mandantes ainda não foram apanhados. Permanece ecoando, inclusive fora do Brasil, o grito por Justiça, reclamado por diversos grupos e organizações humanitárias.

O inquérito policial, instaurado na época, concluiu que o Padre foi vítima de um assalto. Os que mataram o sacerdote deixaram no seu pulso um relógio que lhe foi dado de presente por amigos franceses. Quem mata para roubar (latrocínio) deixa no pulso da vítima um relógio valioso, tão fácil de ser retirado do braço, como aconteceu no caso Gabriel Maire? Responda o senso comum, não é preciso que compareça nesta hipótese a sabedoria do criminalista, a argúcia do policial, um Sherlock Holmes que, na ficção de Arthur Conan Doyle, desvendava crimes aparentemente insolúveis.

Em cinco de novembro último comemoramos o Dia Nacional da Cultura e da Ciência, que é também o Dia do Cinema Brasileiro. Merecem homenagem todos que promovem a Cultura, que fazem a Ciência avançar e também aqueles que democratizam a arte através do Cinema, que é franqueado a ricos e pobres. Milhões de brasileiros que nunca entraram numa galeria de arte assistiram a filmes exibidos em cinemas modestos espalhados pelo Brasil. Esses cinemas eram pejorativamente chamados de pulgueiros, mas benditas sejam as pulgas que proporcionavam aos mordidos por elas a oportunidade de desvendar o mundo.

Faleceu há dias o educador Wilson Lopes de Rezende. Ele se tornou amado em Cachoeiro de Itapemirim por sua dedicação ao Liceu Muniz Freire, estabelecimento público do qual foi diretor durante décadas. Minha família era proprietária de um colégio particular. Os velhos cachoeirenses hão de se lembrar das pugnas  travadas entre os rivais Liceu x Escola, não apenas nas quadras de esporte, mas também na glória de ter ex-alunos vitoriosos em exames vestibulares, concursos etc. Bons tempos em que os sucessos do espírito eram mais importantes que os valores da conta bancária.
 
João Baptista Herkenhoff
é magistrado aposentado (ES), professor e escritor. E-mail: jbpherkenhoff@gmail.com / Site: www.palestrantededireito.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK