Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Governo da Bahia precisa profissionalizar gestão do Turismo
 
Governo da Bahia precisa profissionalizar gestão do Turismo
09/10/2014 as 15:28 h  Autor José Queiroz  Imprimir Imprimir
Há muito tempo o turismo deixou de ser ‘coisa de ricos’, supérflua para a maioria dos cidadãos, ou sazonal. A indústria turística ocupa milhões de pessoas no mundo, sustenta cidades inteiras, e na Bahia não é diferente, pois Morro de São Paulo e Mangue Seco, por exemplo, dependem disto. Pelo menos 10% da população de Salvador é beneficiada através de emprego direto ou dos mais de 50 setores envolvidos com a atividade que mais cresce no mundo. Mas, para manter isto, é preciso profissionalismo e planejamento.
 
O profissionalismo que o Turismo precisa envolve amplos conhecimentos culturais e técnicos, por isto não pode ser feito por qualquer pessoa, como defendem articuladores de políticas nacionais para o setor, principalmente na Bahia, onde operadores que vendem viagens são consultados para a condução do Turismo Receptivo. E eles não são as pessoas indicadas! Outros operadores brasileiros reconhecem a defasagem, a ingerência política, a manipulação tendenciosa, e as necessidades e prioridades do turismo interno, vitais para a sobrevivência da indústria turística nacional, que empregaria milhões de pessoas, e que tem uma grande responsabilidade com a economia e a imagem do país.
 
A Bahia estava sendo preparada para ser um dos maiores centros turísticos da América Latina, atrativos e fama não falta, mas os projetos foram interrompidos nos últimos anos. A mão de obra qualificada foi substituída por outra que não atende aos interesses de turistas, empreendedores e sociedade. Foram feitos investimentos equivocados ou insuficientes, como em festas e eventos. Hotéis de turismo deram lugar a resorts e business hotéis, equipamentos e acessos não foram construídos ou reformados, como o Centro de Convenções da capital baiana, e atrativos internacionais como Morro de São Paulo, Mangue Seco, Chapada Diamantina, Itacaré e outros, carecem de investimentos.
 
A situação de Salvador é emblemática para o país! A falta de profissionalismo institucional e planejamento, o que inclui a falta de apoio nacional aos Turismólogos - as pessoas que estudaram o Turismo efetivamente, se prepararam para pensar, planejar, articular e executar serviços – levou o turismo de Salvador à mudança de perfil e desvio do fluxo interessado, que é o turista com interesse cultural e em busca de lazer, pois a degradação física e social do Pelourinho e das praias não convidam à visitação e permanência. Este público é mais numeroso e fica mais tempo, freqüenta todos os ambientes do circuito turístico e da cidade, mais exige profissionalismo e comodidade.
 
Há muitas instituições e pouco conhecimento! Gestores, empreendedores novatos e gerentes despreparados ignoram os atrativos que interessam aos turistas que vem a Salvador, primeira capital do Brasil, terra de Jorge Amado, banhada por uma baía famosíssima, mas com seu potencial de turismo náutico desperdiçado, entre outros atrativos. A má gestão e má utilização dos recursos disponíveis estão sacrificando outros atrativos como o Recôncavo Baiano, e instituições culturais, religiosas e artísticas. E a Bahia pode – e deve! – fazer turismo à altura de sua história e memória!
 
José Queiroz
é guia de turismo especializado em Turismo Receptivo

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK