Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Dicas de Leitura > Dicas de Leitura > Budismo nunca cometeu crime para propagar a religião
 
Budismo nunca cometeu crime para propagar a religião
26/12/2014 as 08:03 h  Autor Editoria  Imprimir Imprimir
As três principais religiões monoteístas do mundo –judaísmo, cristianismo e islamismo– se fundamentam em revelações. Nessas crenças, alguns escolhidos receberam a verdade revelada por Deus, quem a contradiz é herege. Por meio da história, sabemos o que acontece com aqueles que têm opiniões divergentes da fé dominante.

O budismo não se fundamentada em uma revelação divina. Apesar dos mitos agregados ao longo dos séculos, Sidarta, nome do Buda histórico, não se apresentou como um ser superior ou mensageiro do divino.

"Mesmo com o desenvolvimento de várias corrente de pensamento e interpretações das palavras de Sidarta, nenhuma corrente budista foi considerada herética ou castigada por isso", escreve Heródoto Barbeiro no livro "Budismo".

Jornalista fala sobre fé, causas dos sofrimentos e autoconhecimento

"O budismo pode se orgulhar de nunca ter cometido crimes para propagar a religião, e a história confirma isso", conta.
 
Tudo o que é ensinado aos budistas deve ser submetido ao crivo da razão e da experiência. "Não acredite em uma palavra do que digo, experimente. Essa frase é do fundador do budismo", diz Barbeiro.

Questões como aborto, casamento gay ou o uso de células-tronco são entendidos como "parte da intimidade de cada um, e não do campo religioso". O budismo também convive pacificamente com a ciência.

Jornalista, historiador e advogado, Heródoto Barbeiro começou a carreira na televisão na década de 1970. Além de participar da criação da rádio CBN, trabalhou por 17 anos na TV Cultura e foi apresentador do programa "Roda Viva". Ele é ancora e editor-chefe do jornal Record News desde 2011.

O livro faz parte de uma coleção publicada pela Bella Editora. A cada volume, um praticante e estudioso da religião apresenta em que acreditam e como veem o mundo. Além de "Budismo", de Barbeiro, foram publicados "Espiritismo", de Alexandre Caldini, e "Islamismo", de Taleb Hussein al-Khazraji, os três primeiros volumes da série.

*
BUDISMO
AUTOR Heródoto Barbeiro
EDITORA Belaletra Editora
QUANTO R$ 24,90 (preço promocional*)
* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

Da Livraria da Folha
Comente via Facebook

Mais Dicas de Leitura
img


img
RSS  Artigos Artigos

Quando me perguntam se é possível aplicar na educação brasileira práticas bem-sucedidas de países com melhores resultados educacionais que o Brasil, costumo responder - para surpresa do interlocutor - com uma afirmação e uma negativa. Essa conjunção de ‘sim e não’ é a...
Até o pleito de outubro, os eleitores colocarão uma lupa sobre os candidatos. Farão um controle mais apurado do que em eleições passadas. Primeiro, em função da desconfiança que paira sobre os políticos. Segundo, porque o voto começa a sair do coração para subir à cabeça. O voto...
Na esteira da decretação de intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, vemos o embate de como executar o trabalho. Membros do governo dizem que as Forças Armadas não terão poder de polícia, falam em ação de busca e apreensão monitorada pelo Judiciário e...
Isso é Brasil! Até onde vai a promiscuidade dos nossos governantes?  Será que estão realmente preocupados com a melhoria do ensino de medicina ou com possíveis futuros financiadores de campanhas políticas, em face à realidade nacional?  Pois bem; de olhos gananciosos no alto...
O escritor sergipano Ariosvaldo Figueiredo escreveu certa vez que “moralismo e juridicismo são vertentes ideológicas de uma pequena minoria conservadora”. Frase que nunca esteve tão atual como nos dias em que vivemos, onde quem deveria zelar pela moral e pelos bons...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Como falar às crianças e adolescentes sobre respeito às diferenças? E se essas diferenças forem algo de certa forma muito difícil de explicar? É isso que faz de forma poética e muito alegre o livro Você sabe quem eu sou? Então vou te contar, de Herica B. T. Secali.
Ao questionar Paulo Freire, Ronai Rocha analisa alguns dos paradigmas mais arraigados na nossa educação. A crise na educação brasileira é inegável. A baixa qualidade das aprendizagens, a estagnação do desempenho escolar nos testes padronizados, a pouca...
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK