Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia

> Principal > Notícias Destaque > Barreiras/Bahia > Vice-prefeita Karlúcia Macêdo participa de solenidade comemorativa no Dia do Exército
 
NOTÍCIAS DO DIA... NOTÍCIAS DO DIA...
Vice-prefeita Karlúcia Macêdo participa de solenidade comemorativa no Dia do Exército
19/04/2017 as 18:17 h  Autor Editoria  Imprimir Imprimir

 
Desfile de pelotão, homenagem, condecorações, exposição das máquinas e atividades alusivas marcaram o Dia do Exército comemorado nesta manhã de quarta-feira, 19, no pátio do 4º Batalhão de Engenharia de Construção em Barreiras.

A vice-prefeita Karlúcia Macêdo representou o prefeito Zito Barbosa na solenidade comemorativa sendo recepcionada pelo Comandante Coronel Jonny Ferreira Machado. Estiveram presentes autoridades civis e militares, que assistiram a formatura de 400 novos militares do Exército Brasileiro.

Durante a solenidade, o comandante Jonny Ferreira entregou a condecoração de Serviço Amazônico ao Sargento Erasmo; a medalha de Corpo de Tropa ao Major Sander pelos 15 anos de serviços prestados e a medalha de Praça Distinto ao Soldado Adriano, pela disciplina e dedicação ao serviço público.


O barreirense e ex-combatente de guerra Euripedes Pamplona recebeu a maior homenagem militar, a medalha do Exército Brasileiro, momento que emocionou os seus familiares e convidados. A vice-prefeita Karlúcia Macêdo parabenizou o homenageado, ressaltando a representatividade e relevância da contribuição do cidadão barreirense ao país.

“Nessa comemoração ao Dia do Exército agradecemos a parceria, o trabalho e contribuição do 4º BEC a nossa cidade e toda região Oeste. Parabenizo o ex-combatente Euripedes e sua família, pela sua bravura, sacrifício e honradez ao defender os ideais de liberdade e democracia de nossa pátria. Barreiras tem orgulho de todos esses servidores que dignificam o 4º BEC”, disse a vice-prefeita.

Dircom Prefeitura de Barreiras

Comente via Facebook

Mais Notícias
Não há comentários.
img



img
RSS  Artigos Artigos

Os temas de natureza espiritual devem ser primeiro pressentidos. Porquanto, falam ao coração diretamente, vencendo obstáculos, com maior desenvoltura, se houver bom ânimo e simplicidade de alma. E por nossa parte eterna, quando vigilante e boa, ouve-se a mensagem de...
O fato de não termos investido pesado na infraestrutura do país, foi uma das principais razões da economia brasileira não deslanchar. Perdemos a chance de ficar ricos... Mas, ainda há tempo... Todo mundo era pobre até o início do século XIX, e a renda média era de apenas...
A carreira de direito – uma das mais antigas da história da humanidade – continua como uma das mais cobiçadas pelos jovens. Atualmente cerca de 700 mil estudantes cursam as disciplinas jurídicas em mais de mil faculdades, universidades e centros universitários espalhados pelo país. É um número...
O SETOR PRIVADO, é aquele que realmente produz. Ele faz a economia respirar. O trabalho no setor privado produz RIQUEZAS para todos. O SETOR PÚBLICO, não produz riqueza alguma, mas é necessário para gerenciar o dinheiro dos impostos. E é alimentado pela sociedade que...
Denunciado formalmente e ameaçado de tornar-se réu pela prática de crimes, o presidente Michel Temer vive a solidão do poder. O cercam aliados também problemáticos que, como num abraço de afogados, esperam desesperadamente, via corporativismo, a oportunidade se...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
Com os filhos pequenos à sua volta, Graça Ramos fazia a brincadeira das palavras para estimulá-los a construir um vocabulário rico. “Saía muito disparate”, ela se diverte ao lembrar. Ainda grávida, lia em voz alta para que os bebês em...
Obra da Ática, lançada em 2011, traz as ilustrações originais de Jim Kay e tradução do escritor Antônio Xerxenesky. É o pesadelo de novo, como em quase todas as noites depois que a mãe de Conor ficou doente. A escuridão, o vento, os gritos – e o despertar no mesmo ponto, antes de...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK