Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Natal como referencia de evolução
 
Natal como referencia de evolução
23/12/2017 as 12:54 h  Autor Rosita Capelo Fonteles   Imprimir Imprimir
O natal sempre promete ser de alegria, realizações, encontros e comemorações. Período que não passa despercebido até mesmo pelas decorações e quantidade de festas. Mas o que acontece quando essa “magia” não corresponde a nossa realidade? E quando não sentimos essa alegria que parece fazer parte do Natal e nos sentimos tristes?

Talvez a nossa criança interior se pergunte: Será que não mereço essa felicidade? E a tristeza que muitos vivenciam nessa época do ano é perfeitamente compreensiva, afinal os problemas não desaparecem porque é Natal. O estres aumenta por vários motivos: Quando temos que celebrar com quem nos ofendeu ou magoou, pela sobrecarga de trabalho, por problemas sentimentais ou de saúde, pelas lembranças dolorosas de entes queridos que partiram, enfim. Os motivos para a tristeza são reais, fazem parte das dificuldades da vida e temos que enfrenta-los.

O diferencial pode está na forma que enfrentamos essas dificuldades, ou do nosso olhar sobre elas. Quando adultos deixamos de esperar por papai Noel e passamos a ser o próprio em nossas vidas, somos nós que temos que nos presentear, realizando nossos sonhos e desejos, procurando ser e viver melhor, assim também podemos ter o Natal como referencia de evolução.

Nessa época devemos olhar com honestidade para as nossas reais necessidades. Não cumpri as minhas metas para esse ano, vamos ser flexíveis e podemos nos sentir gratos por ter tentado. Sinto saudades de alguém que partiu, vamos aceitar a vontade de Deus, procurar pensar que ele(a) está bem e feliz a pesar de não está ao nosso lado. Vamos ter que encontrar aqueles que nos magoaram, pois vamos buscar a compreensão para aquele comportamento até perdoar.

Gosto da música “Semente do amanha” quando diz “Fé na vida, fé no homem, fé no que virá. Nós podemos tudo. Nós podemos mais. Vamos lá fazer o que será”. Vamos lá fazer com que cada Natal seja melhor, evoluindo, nos tornando pessoas melhores, mais flexíveis, compreensivas, justas, honestas e amorosas.

Gostei das palavras de Dom Odilo P. Scherer em http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,natal-alegria-e-esperanca-imp-,1606467, quando diz que o anseio mais profundo do nosso coração também é o sonho de Deus e isso não é ilusão, é esperança. Se esse for o nosso real desejo também será o de Deus. Desejemos Natais melhores!

Se a cada ano evoluirmos um pouco mais como seres humanos certamente teremos Natais cada vez mais felizes. E quando tocar “Então é Natal e o que você fez o ano termina e começa outra vez”, poderemos dizer: “EU ME FIZ MELHOR” e talvez seja esse o verdadeiro caminho de um NATAL FELIZ.

FELIZ NATAL!

Por Rosita Capelo Fonteles

Comente via Facebook
Mais Artigos
Não há comentários.
img


img
RSS  Artigos Artigos

Quando olhamos para o atual cenário político do Brasil, entre acusações e negações, malas de dinheiro, e os mais variados problemas hoje enfrentados, logo vem à cabeça de céticos e críticos do sistema, que veem a política como arte da dissimulação: “A política é uma...
Combinado, meu bem, vou lhe fazer uma pergunta. Se você acertar, eu compro seu ingresso para o show do Wesley Safadão. Lá vai: quem disse a frase “Quem sou eu para dar palpite sobre decisão judicial?” Eu digo a resposta correta lá no final, tá? Claro que...
Montesquieu, em seus pensamentos, ensinava: “Quando vou a um país, não examino se há boas leis, mas se são executadas as que há, pois existem boas leis por toda a parte”. E Sólon, o filósofo grego, ao ser perguntado se outorgara aos atenienses as melhores, saiu-se com esta resposta: “dei-lhes as melhores leis que eles podiam aguentar”. As duas pequenas lições calham bem no momento vivido pelo país. Primeiro, por refletir o estado...
Este ano teremos eleições para presidente e governadores. Todos, sem nenhuma exceção, farão duas promessas: reduzir a pobreza e reduzir o desemprego. Esses são os dois maiores flagelos sociais brasileiros. Ainda que todos digam as mesmas coisas e façam as...
O presidente Michel Temer afastou quatro dos 12 vice-presidentes da Caixa Econômica Federal, investigados por irregularidades apuradas pela Operação Greenfield, do Ministério Público Federal. O Conselho da instituição se prepara para assumir a tarefa de nomear e demitir esses...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ao questionar Paulo Freire, Ronai Rocha analisa alguns dos paradigmas mais arraigados na nossa educação. A crise na educação brasileira é inegável. A baixa qualidade das aprendizagens, a estagnação do desempenho escolar nos testes padronizados, a pouca...
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
Com os filhos pequenos à sua volta, Graça Ramos fazia a brincadeira das palavras para estimulá-los a construir um vocabulário rico. “Saía muito disparate”, ela se diverte ao lembrar. Ainda grávida, lia em voz alta para que os bebês em...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK