Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Notícias Destaque > Notícias/Agência Einstein > Vigilância ativa permite que homens com câncer de próstata passem dez anos sem intervenções
 
NOTCIAS DO DIA... NOTCIAS DO DIA...
Vigilância ativa permite que homens com câncer de próstata passem dez anos sem intervenções
21/07/2021 as 19:46 h  Autor Editoria  Imprimir Imprimir

Foto: Internet/Google/Divulgação

Conduta reduz risco de disfunção erétil
naqueles com mais de 60 anos, idade sugerida
para seguimento da terapia

Dois estudos apresentados no congresso da Associação Europeia de Urologia mostram que certos homens com mais de 60 anos com câncer de próstata de baixo risco podem passar dez anos sem nenhum tratamento ativo, com baixíssima probabilidade de morrer por conta da doença.

Além disso, ao contrário do que ocorre em outros tratamentos para câncer de próstata, como radioterapia ou cirurgia, os pacientes sofrem menos com efeitos colaterais, como incontinência e disfunção erétil.

O benefício é possível graças à vigilância ativa — quando a doença é monitorada de perto, mas não tratada.

Rodolfo Borges dos Reis, diretor do departamento de uro-oncologia da SBU (Sociedade Brasileira de Urologia), afirma que a vigilância ativa é a modalidade com menor impacto negativo na qualidade de vida de quem tem a doença.

Ele conta que estudos têm demonstrado vantagens da vigilância ativa em relação à incontinência urinária, disfunção sexual e distúrbios intestinais, quando comparada à prostatectomia radical ou àradioterapia.

Todos esses dados sedimentam o conceito que postergar o tratamento ativo para pacientes portadores de tumores prostáticos de baixo risco pode preservar a qualidade de vida. Cabe ressaltar que pacientes com menos de 60 anos ao diagnóstico não devem ser submetidos à vigilância ativa, devido à elevada expectativa de vida”, diz. Nesses casos, há elevado risco de a doença progredir para estágios mais agressivos.

Reis conta aindaque o impacto funcional das diferentes modalidades de tratamento não pode ser negligenciado e deve ser informado aos pacientes no momento da tomada da decisão terapêutica.

Entre as desvantagens da vigilância ativa, segundo ele, está a necessidade de realização de diversas biópsias prostáticas e exames de ressonância magnética durante o acompanhamento do paciente.

Um dos estudos apresentados no congresso europeu foi realizado por pesquisadores suecos, que analisaram o Registro Nacional de Câncer de Próstata daquele país, no qual constam dados de 23 649 homens diagnosticados com a doença e que foram submetidos à vigilância ativa.

A outra pesquisa, realizada por cientistas holandeses, examinou a função sexual de aproximadamente 3mil homens com diagnóstico de câncer de próstata,em 24 países europeus. Entre os que estavam sob vigilância ativa, 45% relataram problemas de ereção, enquanto o índice dos que seguem outros tratamentos ficou entre 70% e 90%.

Já no Brasil, diz o diretor da SBU, a aplicação da vigilância ativa é limitada devido à estrutura do programa de saúde. “No sistema público, que responde pelos cuidados de mais de 70% da população brasileira, o acesso para a realização do rastreamento, biópsia e exames de imagem nem sempre se dá no tempo necessário”, diz Reis. “Além disso, a aderência a protocolos de tratamento e seguimento de doenças crônicas é baixa.”

Para ele, outra dificuldade está relacionada à eficácia do tratamento, que depende da motivação e segurança por parte dos doentes. "No sistema de saúde suplementar, o maior entrave está na necessidade de profissionais de saúde explicarem detalhadamente para os pacientes todas as opções terapêuticas, com seus riscos e benefícios."

Vale ainda notar que a vigilância ativa é uma proposta de acompanhamento possível somente quando a doença é diagnosticada em um estágio inicial.

Por Alexandre Raith, da Agência Einstein

Comente via Facebook

Mais Not�cias
No h comentrios.
img

img
RSS  Artigos Artigos

Dentre tantos casos que ilustram a necessidade de o espírito solidário reger a economia nas civilizações, é oportuno ressaltar o brilhante trabalho da dra. Elinor Ostrom (1933-2012), única mulher até hoje a receber o Prêmio Nobel de Economia. Ela e Oliver Williamson foram laureados em...
Um dos personagens mais intrigantes da história são os bobos da corte. Figuras que, com suas roupas extravagantes, faziam reis, nobres e populares rirem às pampas quando se pronunciavam e, é claro, quando faziam suas piruetas mil nas praças ou no meio dos  salões, diante de uma majestade qualquer. O riso é libertador, é um santo remédio, como todos sabemos. Aliás, como nos ensina Ariano Suassuna, quem gosta de...
O aumento de 185% no valor do Fundo Eleitoral – aprovado pelo Congresso Nacional nesta quinta-feira, dentro do projeto da Lei de Diretriz Orçamentária – é um disparate num país com tantas carências. Em vez dos R$ 2 bilhões empregados nas eleições municipais do ano passado e dos...
Em um país que demora a enfrentar debates polêmicos, de grande impacto para a sociedade, dificilmente a busca por soluções para os resíduos sólidos, erroneamente chamado de lixo, ganha destaque e a devida atenção. A gravidade do problema já é reconhecida, sendo inclusive objeto central da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), implementada em 2010, a fim de fortalecer a gestão integrada desse tipo de material e reduzir seus...
Vivemos em um tempo muito favorável, de facilidades e avanços. E tudo isso, graças às evoluções tecnológicas. As máquinas facilitam os trabalhos domésticos e especializados. A tecnologia nos trouxe uma ampliação do olhar e do conhecimento, jamais imaginado, e a internet nos...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
Eleito pela Amazon um dos melhores livros do ano, A verdade segundo Ginny Moon é inspirado na história da filha adotiva do autor Benjamin Ludwig, que convida o leitor a refletir sobre a inclusão. A obra, que já foi publicada em dezenove países, chega ao Brasil pela...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK