Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Commodities agrícolas e alimentos de mesa: motivo para comemoração ou preocupação?
 
Commodities agrícolas e alimentos de mesa: motivo para comemoração ou preocupação?
02/07/2021 as 12:00 h  Autor Nelson Roberto Furquim  Imprimir Imprimir
Os excelentes números conquistados pelas commodities agrícolas brasileiras nos últimos anos não tem se repetidos com o panorama alimentar da sociedade no país. Se, por um lado se comemoram safras recordes e vendas dolarizadas, por outro há um contingente de pessoas desempregadas e famintas nas cidades brasileiras.

Nesse contexto, surgem algumas questões: onde estão os alimentos de mesa? Por que não produzimos alimentos de qualidade do brasileiro com a mesma competência das commodities agrícolas?

No setor agropecuário brasileiro, a produção de commodities é considerada oligopolizada, com forte concentração de produtores em algumas regiões brasileiras, como: soja e milho na região Centro-oeste; cana-de-açúcar e produção do açúcar no Sudeste e parte do Centro-oeste, e café na região Sudeste. Já a produção de alimentos de mesa está organizada com grande número de pequenos e médios produtores, parte importante relacionada com a agricultura familiar, tornando-os tomadores de preço com produção voltada para o mercado doméstico.

Com isto, a falta de alimentos para a mesa do brasileiro se dá pelo desalinhamento estrutural entre estes dois segmentos da agricultura brasileira. Para tanto, o país precisa avançar em tecnologias de produção e comercialização, promovendo inovações sociais para melhor distribuir suas riquezas alimentares. A atividade agropecuária brasileira é caracterizada por forte heterogeneidade regional e entre culturas, assim como entre estruturas produtivas, dada a presença de organizações empresariais bem estruturadas em termos de governança, e a presença da pequena agricultura e da agricultura familiar com estruturas de gestão em desenvolvimento.

A complexidade destes mercados tem mostrado que não se pode contar, para sempre, com a vocação natural produtiva desta nação, bem como com sua extensão de biodiversidade, para garantir alimentação de qualidade ao seu povo. Quem não gostaria de ter alimentos saudáveis em sua mesa?

Para quem optar pelo manejo agroecológico de produção agropecuária, concorda com sistemas alimentares que, de acordo com a Lei n. 10.831 de 2003 são aqueles que "adotam técnicas específicas, mediante a otimização do uso dos recursos naturais e socioeconômicos disponíveis e o respeito à integridade cultural das comunidades rurais, tendo por objetivo a sustentabilidade econômica e ecológica, a maximização dos benefícios sociais, a minimização da dependência de energia não-renovável, empregando, sempre que possível, métodos culturais, biológicos e mecânicos, em contraposição ao uso de materiais sintéticos, a eliminação do uso de organismos geneticamente modificados e radiações ionizantes, em qualquer fase do processo de produção, processamento, armazenamento, distribuição e comercialização, e a proteção do meio ambiente".

Os alimentos orgânicos estão se tornando um importante segmento da agricultura em inúmeros países, independentemente de seu estágio de desenvolvimento, já representando uma parcela significativa do sistema alimentar.

A demanda dos consumidores por alimentos produzidos de forma orgânica gera oportunidades para agricultores, negócios no mundo todo, e claro, geram novos desafios. O interesse crescente dos consumidores tem acarretado novos posicionamentos do setor público, sendo premente a necessidade de informações claras e objetivas acerca desse assunto.

Sugestão de leitura adicional: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/sustentabilidade/organicos

Por Nelson Roberto Furquim é Engenheiro de Alimentos. Docente do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA) da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Coordenador do Grupo de Extensão AgriMack- Mackenzie Agribusiness e...

Marta Fabiano Sambiase é doutora em Administração de Empresas. É professora assistente do Programa de Pós-graduação em Administração de Empresas da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Pesquisadora do Grupo de Extensão AgriMack- Mackenzie Agribusiness e Núcleo de Estudos em Competitividade (NEC) e...

Elvio Corrêa Porto é doutor em Administração de Empresas. Professor adjunto do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie e pesquisador do Grupo de Extensão AgriMack- Mackenzie Agribusiness.

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK