Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Os pequenos e médios negócios não podem morrer
 
Os pequenos e médios negócios não podem morrer
07/07/2020 as 11:56 h  Autor Genaldo de Melo  Imprimir Imprimir
Os resultados negativos da crise sanitária em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) deverão ser devastadores para a grande maioria dos pequenos e médios negócios da sociedade brasileira. Dialogando com a realidade concreta fica bem claro que estes sofrerão muitos mais dissabores para o restabelecimento do que as grandes economias de escala.

O tempo está passando, e sabemos que a pandemia deverá acabar e algumas soluções deverão ser tomadas pelos empreendedores, e principalmente pelo Estado, que mesmo sendo governado por forças políticas que defendem abertamente sua diminuição no campo da economia, continua sob o jugo de ser o guardião dos interesses de toda a sociedade, e coordenador das regras que definem as ações na economia.

É fato que são os pequenos e médios negócios desse país que fazem a roda da economia nos grandes rincões funcionar, bem como geram os empregos assalariados da grande maioria da população brasileira. Então não tem nenhuma lógica em defender que os recursos arrecadados pelo Estado da população fiquem apenas em função de uma pequena minoria que não sustenta no todo a sociedade brasileira.

Assim como os grandes negócios que sempre fizeram uso dos instrumentos de financiamento estatal, depois da pandemia quem mais vai precisar do Estado são aqueles que mais estão presentes na vida de cada brasileiro em cada canto que se imaginar no país. Os agentes estatais que formulam as políticas de desenvolvimento terão mais do que nunca a responsabilidade pelo soerguimento de toda a cadeia que roda a economia brasileira, e principalmente nesse momento, os pequenos e médios negócios.

A premissa principal dessa tese é que se o Estado arrecadador e provedor dos interesses dos mais diversos grupos de interesses não assim o fizer não vai haver condições de funcionamento do próprio Estado, não vai haver empregos suficientes para todos aqueles que hoje estão ficando sem empregos, não vai haver dinheiro suficiente em circulação para inclusive manter o status das grandes economias de escala, já que grande parcela da população terá dificuldades de ter acesso aos bens de consumo necessários. Quem pensar demais poderá morrer de idiotice!




Por Genaldo de Melo

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK