Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Podem até prender a liberdade, mas matá-la jamais!
 
Podem até prender a liberdade, mas matá-la jamais!
20/12/2018 as 17:25 h  Autor Genaldo de Melo  Imprimir Imprimir
Estamos entrando numa fase perigosa para nossa democracia, que já vive em frangalhos. Quando se ver homens que foram eleitos representantes da sociedade, mesmo que sejam de segmentos sociais, não aceitarem de modo nenhum aqueles que defendem teses contrárias, partindo inclusive para a agressão verbal e física, é porque a coisa pode mesmo piorar.

Numa democracia em que todos que têm o sagrado direito de defender qualquer tese que quiser, inclusive combater as contrárias com "idéias", serem agredidos, é porque quem faz esse tipo de coisa não tem capacidade nenhuma de ser de fato representante. Porque para ser representante político tem que ter capacidade para o diálogo.

Quando alguém não tem a capacidade para dialogar e negociar no poder, e acredita que resolve tudo com porrada contra quem lhe devotar oposição, é porque podemos está num novo tipo de fascismo, exatamente o tipo de fascismo em que os próprios fascistas pregam abertamente contra aquilo mesmo que eles são, discípulos do fascismo.

O perigo disso tudo reside no fato de que não estamos mais numa Itália ou numa Alemanha dos anos 30 e 40 do século passado ou numa ditadura brasileira de 64. Hoje os cidadãos brasileiros têm acesso as informações sem ser necessário ter que se passar pelo crivo de alguns ditadores. Não é mais apenas o rádio que define o que se deve consumir como notícias ou opinião, hoje existem as redes sociais e a internet.

A não ser que alguns discípulos mais desavisados desse novo tipo de fascismo acreditem que realmente vão resolver tudo na porrada, porque vão proibir a internet no Brasil! O povo está quieto, mas provavelmente vai começar a observar que perder direitos é bem pior do que ser antipetista por conveniência. A coisa mais certa do mundo é que o povo quando se tocar da coisa vai reagir!



Por Genaldo de Melo
Fonte: genaldo40.blogspot.com

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK