Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > O quarto paulista eleito presidente
 
O quarto paulista eleito presidente
29/10/2018 as 16:56 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&  Imprimir Imprimir
Mais de cem anos depois de ter seu último presidente eleito e empossado, São Paulo volta a eleger o chefe do governo brasileiro. Jair Bolsonaro nasceu em Glicério – município de 4800 habitantes na região de Araçatuba -, foi registrado em Campinas. Passou a infância com a família em Ribeira, Jundiaí, Sete Barras e Eldorado e, aos 18 anos, ingressou na escola de cadetes do Exército, indo para o Rio de Janeiro, onde fez as carreiras militar e política. Será o quarto paulista de nascimento eleito a assumir a presidência. Já foram presidentes o ituano Prudente de Moraes (1894-98), o campineiro Campos Salles (1898-1902) e o guaratinguetaense Rodrigues Alves (1902-06), que voltou a se eleger em 1918, mas morreu antes da posse.

Em 1930, Júlio Prestes, nascido em Itapetininga, foi eleito mas impedido de tomar posse pela Revolução liderada por Getúlio Vargas. Seu antecessor, Washington Luiz, era fluminense mas fez carreira política em São Paulo. Por essa razão, foi chamado “paulista de Macaé”, o município onde nasceu. Situação análoga tiveram o matogrossense Jânio Quadros, o carioca Fernando Henrique Cardoso e o pernambucano Lula que, nascidos em outros estados, fizeram em São Paulo suas carreiras política e profissional. Já o deputado Ranieri Mazzili, então presidente da Câmara, nascido em Caconde, na divisa de São Paulo e Minas, governou por alguns dias após a renúncia de Jânio Quadros em 1961 e no afastamento de João Goulart em 1964. Michel Temer, nascido em Tietê, não foi eleito presidente, mas vice-presidente, só chegando ao poder no impeachment de Dilma Rousseff.

Jair Bolsonaro chega à presidência num momento crítico. Sua eleição foi atípica e demonstra a grande aspiração do povo por mudanças e restauração de valores políticos, sociais e morais. São Paulo, que o elegeu com 67,97% dos votos, tem grande expectativa sobre sua atuação. Como maior centro econômico do país, padece com a fuga de capitais e a instabilidade econômica que gera desemprego. Tem grandes problemas de segurança pública que, com políticas mais condizentes, poderão ser atenuados. E espera que, mesmo tendo de contribuir com as regiões menos desenvolvidas, o estado não continue com tamanho desequilíbrio entre o que recolhe de impostos e o que recebe de volta para a prestação de serviços à população.   

 Louve-se o resultado da eleição. Mesmo com todas as dificuldades impostas pelo momento conturbado, o povo teve a oportunidade de expressar a sua soberana vontade. Que essa vontade seja inteiramente feita...
 



Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves
- dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK