Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > As fake-news e as eleições
 
As fake-news e as eleições
26/10/2018 as 17:36 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&cce  Imprimir Imprimir
Embora seja de uso corrente nos países de língua inglesa, o termo fake-news (notícia falsa) só ganhou destaque no resto do mundo depois das queixas do então candidato à presidência dos EUA, Donald Trump, de que era alvo de campanha mentirosa. Mesmo assim, o político ganhou a eleição e hoje preside aquele país. Com as redes sociais disponíveis a todos e o alto grau de polarização, as eleições brasileiras também foram contaminadas pela prática da mentira deslavada e irresponsável. Pior é que a estrutura de fiscalização e as autoridades não estão preparadas para lidar com a elevada capilaridade de fontes. O resultado é que todos os concorrentes acabaram vitimados pelas fake-news, muitas delas sem origem identificada.

Independente do resultado das eleições, o próximo Congresso, o Executivo e principalmente os operadores do processo eleitoral, terão pela frente a inadiável tarefa de normatização da comunicação eleitoral e criação de mecanismos que protejam tanto os candidatos quanto o eleitorado das fake-news. A mentira tem de ser combatida com todo rigor pois tudo o que dela derivar não terá a menor utilidade no avanço da sociedade e melhora da condição de vida do povo, objetivos perseguidos em todas as eleições.

Os veículos de comunicação e os profissionais da área já dispõem de parâmetros de trabalho na tarefa de divulgar fatos eleitorais. O que falta, nesse momento, é o controle dos meios de difusão a que o público tem acesso. É necessário encontrar meios eficientes de evitar que alguém possa espalhar algo e permanecer no anonimato. Feito isso, longe de ser algo como censura, será a forma de evitar os excessos e levar os falseadores da verdade à responsabilidade. O fenômeno das fake-news é mundial e decorre da disponibilização da rede mundial de computadores como veículo de circulação de informação e idéias. Por certo, os próprios operadores do sistema, em curto espaço de tempo, encontrarão o antídoto técnico à difusão de inverdades.  

É importante registrar, no entanto, que mesmo com o inconveniente fake-news, as redes sociais são hoje uma excelente ferramenta de autodeterminação do povo. Por ela, o cidadão pode emitir sua opinião sem qualquer interferência ou censura e, evidentemente, responder pelo que diz. Nas atuais eleições, a ferramenta internet tornou-se fundamental. Pela oxigenação da informação que ela traz, dificilmente, no futuro, o povo voltará a ser oprimido pela hegemonia e alternância de um ou dois partidos políticos ao longo de décadas. A tendência é que o mundo político seja, realmente, novo, e o povo mais livre...
 



Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves
- dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK