Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > A Lava Jato, as eleições e o futuro
 
A Lava Jato, as eleições e o futuro
13/10/2018 as 10:44 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&cce  Imprimir Imprimir
A Operação Lava Jato - que vem sacudindo o país desde as primeiras descobertas do regime de assalto aos cofres estatais e pagamento de propinas para, entre outras coisas, sustentar campanhas eleitorais e manter maiorias parlamentares - torna-se, cada dia mais, um instrumento mundial. Não só pelo alcance de criminosos brasileiros e ativos destes no exterior, mas também pelo despertar das autoridades de outros países para apurarem ocorrências da mesma natureza em seus territórios. Atualmente já se verifica a ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, os filhos do ex-presidente peruano Alberto Fujimori investigados e denunciados, além de ex-dirigentes de outros países, todos no caminho do ex-presidente Lula, encarcerado em Curitiba. Do lado das empresas participantes dos esquemas e corruptoras, há grande reforma de procedimentos que certamente protegerá o dinheiro público.

Em solo nacional, já foram presos o ex-presidente, governadores, parlamentares, ministros, empresários, executivos e operadores. As delações premiadas os levam a, em troca da redução de pena, revelar os esquemas e os demais participantes. Com o avançar das apurações, outras notórias figuras das esferas federal, estadual e até municipal deverão ser chamadas a responder pelos seus crimes. Com isso, apesar do incômodo de momento, o país avança rumo à normalidade.

Em paralelo às apurações dos crimes contra o erário, é preciso desaparelhar o Estado. Reduzir ao mínimo indispensável o número de cargos de livre nomeação que hoje incham o país de norte a sul nas três esferas de poder. União, estado e municípios não podem continuar pagando salários (muitas vezes altos) a cabos eleitorais, apadrinhados, parentes e amantes de políticos e de gente influente. Têm de demitir todos e valorizar o servidor público que, concursado, tem as credenciais para a prestação do serviço e sua via vinculada à repartição onde serve. Sua carreira deve ser respeitada e valorizada, e a meritocracia praticada.

Sem ter de pagar propina e de sustentar uma legião de improdutivos apensos ao serviço público, o governo restará com mais recurso em caixa para atender suas necessidades e prestar melhores serviços à população. Essa é a luz que já podemos ver no fim do túnel, decorrente dos trabalhos da Lava Jato que, sem dúvida, estão influenciando no resultado das eleições. É a renovação da esperança por melhores dias.
 



Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves
- dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK