Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > O fim da coligação e do eleito sem voto
 
O fim da coligação e do eleito sem voto
20/07/2018 as 08:21 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&cce  Imprimir Imprimir
Estamos entrando no período das convenções partidárias, que escolherão os candidatos às eleições de 7 de outubro. Os partidos terão até as 19 horas do dia 15 de agosto para apresentar o pedido de registro de seus concorrentes junto à Justiça Eleitoral. No dia seguinte, todos já poderão começar a campanha que, no entanto, só no dia 31 daquele mês começará no rádio e na televisão. A grande diferença em relação às anteriores é que, nesta eleição, não teremos os eleitos com votação diminuta como aqueles que nas passadas se valeram da votação dos puxadores Clodovil, Tiririca, que receberam votos para si e para arrastar outros da coligação. Agora, de acordo com a Lei nº 13.165/15, para ter confirmada a eleição, o candidato terá de reunir no mínimo 10% do quociente eleitoral, que é a número de votos válidos dividido pelo número de vagas em disputa. Acabarão, assim, os eleitos sem votos.

Embora ainda não tenha efeito nas eleições desse ano, os votos nela apurados vão oferecer dados para a cláusula de desempenho ou barreira, nas próximas eleições. A partir de 2019, só terão acesso ao fundo partidário e ao tempo no rádio e TV os partidos que conseguirem, nas eleições de 2018, pelo menos 1,5% dos votos para a Câmara dos Deputados, distribuídos em 9 estados e com mínimo de 1% dos votos em cada um deles. Esses percentuais subirão gradativamente até 2031, quando serão exigidos 3% dos votos válidos para a Câmara, distribuídos em 9 estados e com 2% dos votos válidos em cada um deles.

Só essas duas exigências – número mínimo de votos para eleger um candidato e desempenho do partido para ter acesso a verbas e horários de propaganda – deverão ter grande impacto nas próximas eleições. Hoje possuímos 35 partidos políticos registrados e 73 em fase de registro. Esse número é demasiadamente elevado e inviabiliza o processo eleitoral, além de oferecer oportunidade a muitos problemas se não houver tarefa mínima a cumprir. Com a cláusula de desempenho, nada impede que continuem existindo como entidades, mas não recebendo verbas e serviços destinados à realização das eleições.

 A partir de 2020, quando ocorrerão as próximas eleições municipais, estarão proibidas as coligações para vereador. Para ter sucesso, partidos e candidatos terão de somar votos e não agremiações,como ocorreu até agora. Isso no futuro também valerá para deputados (federais e estaduais) e, assim, o processo eleitoral começará a ganhar mais seriedade e os eleitos se tornarão mais representativos. Essas são medidas que poderão salvar a democracia, hoje sofrida pelos desmandos que, de questões políticas, acabaram se tornando casos de polícia...
 


Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves
- dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br 

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
Nesse próximo sábado (27/11), a live no canal de Ananda Lima, será sobre a Literatura em Formosa do Rio Preto.
Os convidados são os escritores, Eromar Bonfim, Evadson Maciel e Arnone Santiago.
Todos falarão de suas obras publicadas e como a literatura influência em sua condição humana.
Conheça um pouco da potência criadora da região Oeste.
*****
Acesse o canal de Ananda Lima (https://youtu.be/zIPXxy4U1SI) e acompanhe essa e outras discussões que ocorrem todos os sábados, às 18 horas.
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK