Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > A encenação do desembarque tucano do governo de Temer não engana ninguém novembro 30, 2017
 
A encenação do desembarque tucano do governo de Temer não engana ninguém novembro 30, 2017
04/12/2017 as 10:55 h  Autor Genaldo de Melo  Imprimir Imprimir
Michel Temer, presidente mais impopular da história e único a ser denunciado por corrupção e comprar descaradamente deputados para não ser condenado, não chegou ao posto que exerce sozinho. Ele contou com o apoio incondicional dos tucanos que não concordaram em perder tantas eleições seguidas nas urnas. Toda a impopularidade de Temer intoxicou também a todos os balões de ensaios colocados no xadrez político pelos membros do tucanato, assessorados exatamente pelo ex-presidente FHC. E não foram poucos até aqui (do próprio Aécio, ao João Dória, ao Alckmin, ao Serra, e até mesmo ao Luciano Huck, que também foi uma invenção de FHC)

Agora tucanos querem esquecer que Aécio perdeu tudo que tinha por corrupção, mais achando que o povo é besta, fala em combate à corrupção, e desesperadamente tentam sair do governo que criaram sem que isso fique colado à imagem e semelhança deles. FHC praticamente exige a descida do Planalto, bem como Alckmin faz a promessa de que como presidente do partido é isso que vai fazer. Mas Aloysio Nunes não sai porque é da cota pessoal de Temer, e também anda dizendo que não vai mais ser candidato à reeleição ao Senado.

Tratam as coisas políticas como se os brasileiros fossem um rebanho nietzschiano de bestas que vão esquecer quem são os verdadeiros culpados por colocar uma organização criminosa no poder, e que logo vão esquecer das coisas e voltar a votar no estranho personagem que administra o Palácio dos Bandeirantes em São Paulo para administrar o Palácio do Planalto a partir de janeiro de 2019. Além de ser cinismo além da conta, é também cegueira política em não querer enxergar o que dizem todas as pesquisas eleitorais feitas agora. Todos os nomes de balão de ensaio saindo muito bem, menos os nomes defendidos por FHC.

Mas é tudo nos conformes da orquestração que fazem juntos (tucanos e governo) pensando em ludibriar a história, achando que as forças políticas que foram saqueadas politicamente, e que tinham e têm o apoio inconteste do povo (as pesquisas comprovam) vão ficar quietas até o próximo outubro para eles tocarem a música e dançarem como fez o deputado Marun.

Nada do que fazem agora, e que parece que será melhor acordado no próximo final de semana no encontro de Temer e Alckmin, pode ser considerado matematicamente correto do ponto de vista político, porque no jogo ainda tem Lula, Manuela e outros mais dispostos a não deixar o desastre político continuar no país. Tiram dois ministros atrapalhados do governo (Imbassahy e Luislinda), mas não garantem vitória à presidência, e nem Temer ser embaixador, porque o voto é na urna!




Por Genaldo de Melo
Fonte: genaldo40.blogspot.com

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK