Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Lula e Anteu
 
Lula e Anteu
09/11/2016 as 09:29 h  Autor João Franzin  Imprimir Imprimir
Entre tantas coisas que aprendi com Sérgio Gomes, o Sergião da Oboré, uma das mais espirituosas é sua interpretação para a lenda de Anteu, o gigante grego imbatível nas lutas. Sergião adaptou a parábola à história de um antigo sindicalista paulista.

Mais ou menos assim. Toda vez que tinha algo importante na agenda (encontros políticos, empresários etc.), o dirigente ia à sua fábrica e informava os trabalhadores. No evento, ele contava a seu interlocutor que havia ido à fábrica informar a base. E, no retorno, passava na empresa para prestar contas aos companheiros.

Esse modo de agir criava uma corrente inquebrantável entre o sindicalista e seus liderados, possibilitando que crescesse, ao mesmo tempo, para cima e para baixo. Isso fortalecia sua liderança e o credenciava para ações cada vez mais articuladas e, digamos, poderosas.

O tempo foi se passando e o dirigente acabou por se cansar daquela rotina. Assim, em vez de repetir a operação, passou a preferir se comunicar à distância, utilizando o farto espaço de que dispunha na mídia patronal.

Na medida em que se distanciava da base, o dirigente ia perdendo força. Entrou para a política, mas foi breve. Ocupou cargos públicos, no entanto, sem destaque ou algum trabalho de maior mérito e reconhecimento.

E onde entra o grego imbatível? Pois bem. O astuto Hércules passou a observar as lutas de Anteu e percebeu que o gigante nunca tirava os pés do chão - sua força crescia na medida em que mantinha contato com a terra. Então, Hércules, o mais forte entre os fortes, atacou Anteu, o levantou do solo e o gigante murchou até desfalecer. Sem terra, sem força; sem chão, sem vitalidade.

O erro do sindicalista, alertava Sergião, era haver desprezado o pé no chão, o contato com a base, a ligação com sua origem, a conexão com o mundo concreto e real. Moral da história: quem quiser sobreviver não deve tirar os pés do chão.

Dos políticos brasileiros da era moderna, poucos cuidaram de manter seus pés no chão: Getúlio, Jango, Brizola, Arraes e Lula. Já encontrei Lula em diferentes ocasiões e ele me pareceu sempre o mesmo, estivesse reunido com banqueiros, fosse um encontro com catadores de papel. Há nele uma força autêntica, que, a exemplo do grego Anteu, deve vir direto do chão.

Nesta semana, o partido criado por Lula (e gravemente derrotado nas últimas eleições) pode definir seu futuro. O jornal O Estado de S. Paulo publicou matéria segunda (7) mostrando o esforço do ex-líder metalúrgico em manter a unidade do partido e reconstruir o PT a partir da base. A base de um partido é o seu chão. Sem chão, sem partido. Sem base, só balcão de negócios e xepa de feira da política-prostituta.



João Franzin
é jornalista da Agência Sindical
E-mail: franzin@agenciasindical.com.br
facebook.com/joao.franzin.1

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK