Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Polícia Legislativa do Senado Federal
 
Polícia Legislativa do Senado Federal
24/10/2016 as 10:22 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&  Imprimir Imprimir
A República foi sacudida, nos últimos dias, pela operação realizada na sede do Senado. A Polícia Federal, por ordem de um juiz de primeira instância, foi à sede da mais alta casa legislativa do país – a titular do chamado “poder moderador” – e ali prendeu quatro funcionários e apreendeu equipamentos eletrônicos. Foi aí que a população ficou sabendo que o Senado, além de senadores e burocratas, também possui uma “polícia”. O presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que seus funcionários agem em cumprimento da Constituição, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, defendeu a ação dos policiais federais, e hoje se teme por desarranjos políticos que possam atrapalhar o andamento dos projetos de reforma.

O artigo 2º da Constituição define os três poderes da República como “independentes e harmônicos entre si”. Porém, o dia-a-dia tem conduzido a interpretações divergentes, que levam a opinião pública à crença de que o país precisa passar pela mais ampla reforma de procedimentos. Não passa pela garganta do povo o sistema de aparelhamento político dos governos e a existência de coisas como, por exemplo, uma polícia dentro da casa legislativa, capaz de realizar operações externas. Da mesma forma, não parece salutar, à estabilidade política e até institucional a polícia ter o direito de “invadir” a sede da mais alta corte legislativa do país, mesmo que tenha motivos para tanto. Nesse caso, deveria convocar por vias legais os envolvidos a depor. Isso demonstra a existência de vários “Estados” dentro de um mesmo Estado, o que pode levar a conflitos incontroláveis.

Esse estado de coisas leva à certeza – cada dia mais forte – de que precisamos de profundas reformas, que vão além da econômica, política e previdenciária hoje em gestação. Cada instituição deve ter bem definidas suas atribuições e executá-las com absoluta transparência, pois o fazem em nome do povo. Órgãos públicos não devem possuir milícias e nem executar trabalhos de ordem policial, pois isso é tarefa dos órgãos de segurança constitucionalmente criados para tanto. As forças da sociedade precisam agir rápido antes que novos incidentes se concretizem e hajam prejuízos maiores. A grande missão é acabar com a balbúrdia político-administrativa-institucional criada nas estruturas do poder, onde privilégios, culturas e vícios foram se acumulando e transformaram os órgãos da República nessa massa cinzenta e inadministravel. A grande tarefa é resgatar a independência e harmonia dos poderes, a responsabilidade e o patriotismo dos seus executores e, com tudo isso, estabelecer a ordem e o progresso...
 



Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves
- dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK