Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > O "tempo" da primavera
 
O "tempo" da primavera
20/09/2016 as 16:16 h  Autor Dijanira Silva  Imprimir Imprimir
Quem já plantou uma semente e esperou os dias passarem para vê-la germinar, nascer e desabrochar, sabe dar mais valor a um campo florido! Provavelmente também aprendeu a respeitar o processo que a vida exige para ser plena. A natureza sabe que cada coisa acontece no seu devido tempo e entre dias e noites, contempla silenciosa a transformação em seu seio, sem jamais ter pressa para colher os frutos. É por isso que as flores da primavera são também sinais de etapas superadas, ciclos que se completam e, ao mesmo tempo, começam no eterno movimento que é a vida.

Acredito que contemplar a primavera é uma oportunidade para nos revermos e fazermos as pazes com o processos que naturalmente passamos antes de florescer. Em Eclesiastes 3, lê-se: “Há um tempo para cada coisa debaixo do céu... Tempo para plantar e tempo para colher o que se plantou”. O problema é que temos tido muita pressa para colher, dedicado pouco tempo para plantar e menos ainda para cultivar o que um dia plantamos. Isso em todos os sentidos, mas, principalmente, quando o assunto é relacionamento.

Sofremos as consequências do individualismo, onde a solidão lidera como uma das maiores chagas da humanidade. Já se perguntou por quê? Falta afeto, respeito, companhia, dedicação... Ou seja, falta amor! E onde falta amor, tudo perde o sentido. Só que o amor é exigente e é por isso que poucos estão dispostos a amar pra valer. Você está disposto? A exemplo de um jardim, o amor também carece de dedicação e cultivo constante para desabrochar em plenitude.

Temos andado com pressa para fazer mais, ganhar mais e mandar mais e, sem perceber, estamos vivendo menos. Amar é viver! Todo mundo sabe que jardim sem cultivo não oferece flores. Relacionamentos superficiais também não preenchem o coração. Por tudo isso, tenho pensado em viver a primavera de um jeito diferente este ano. Quer um conselho? Faça o mesmo!

Dedique-se mais ao cultivo das “flores” que um dia você recebeu. Os amigos, a família, os colegas e todas as pessoas que povoam sua vida, são seu maior tesouro, são elas que lhe fazem ser quem realmente você é.

Coragem! Deixe-se embalar pela beleza da primavera e abra-se ao amor. Sua vida é única e preciosa demais para passar despercebida por este mundo. Aproveite todas as ocasiões, para realizar ações ordinárias de modo extraordinário.

Partilhe seu melhor sorriso, suas palavras, seu abraço e, principalmente, seu coração, sem perder um segundo sequer. Desta forma, cada gesto seu, por mais simples que seja, será carregado de sentido e cada instante, seja ele alegre ou não, será o momento mais importante, porque a vida acontece aqui e agora. Não tenha tanta pressa para colher o amor, pois o cultivo esconde uma grande satisfação... Semeie, cultive e espere, em breve seu jardim irá florir!

Feliz primavera!



Dijanira Silva é missionária da Comunidade Canção Nova, apresenta o programa “De mãos unidas” pela TV Canção Nova, locutora da Rádio América 1410 AM e autora do livro “Por onde andam seus sonhos?

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK