Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > O legado da Olimpíada e da Copa
 
O legado da Olimpíada e da Copa
23/08/2016 as 18:49 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&cce  Imprimir Imprimir
Terminada a Olimpíada do Rio, com 19 medalhas, o Brasil resta na melhor posição até hoje alcançada nos jogos olímpicos. Mas não atingiu a meta, que era de 27 medalhas. Apesar de toda a repercussão, estamos muito longe de ser um país dos esportes. Isso porque há muito tempo, os investimentos têm sido direcionados aos esportes de alto rendimento e nada se faz para incentivar a prática esportiva nas bases, de onde poderiam surgir espontaneamente os novos valores de cada modalidade. Os currículos escolares não têm o esporte como objetivo e as poucas iniciativas desviaram os recursos oficiais através ONGs fraudulentas freqüentadas por ativistas políticos corruptos.

Agora é tarde para discutir a conveniência da realização da Olimpíada no Rio de Janeiro, assim como também não cabe mais questionar a Copa de 2014. Mas é indispensável que os órgãos de fiscalização e controle acompanhem de perto o fechamento das contas relativas a esses eventos e, principalmente, o que será feito das instalações esportivas e de todo o aparato construído para dar suporte aos certames. Esses empreendimentos, especialmente os que tiveram a aplicação de dinheiro público, têm de, obrigatoriamente, cumprirem função social e urbanística. Se isso não acontecer, ficará escancaradamente provada a inconveniência da realização tanto da Olimpíada quanto da Copa do Mundo em solo brasileiro.

Precisam as autoridades e entidades ligadas ao desporto aproveitarem o momento e o legado olímpico para incentivar o povo à prática esportiva sem aquele viés enriquecedor que facilita a corrupção. Temos de incutir no jovem o desejo de praticar o esporte como forma de socialização, cidadania, convivência e saúde, com a possibilidade dos melhores subirem os degraus da fama. Para tanto, as escolas devem ser conclamadas e apoiadas para oferecerem esportes ao alunado. As prefeituras e as empresas a, com recursos próprios e por incentivo fiscal, apoiar os esportes e notadamente as escolinhas de onde possam surgir os futuros craques das diferentes modalidades.

Nada contra o esporte de ponta. Apenas a observação de que, havendo a prática disseminada das diferentes modalidades pela população, as grandes equipes terão onde buscar seus novos valores e o povo terá nos centros esportivos o seu grande ponto de encontro. Nem todos os esportistas de base conquistarão a glória, mas todos eles gozarão dos benefícios da “mente sã em corpo são”, traduzidos em saúde, convivência pacífica e cidadania. Até os Jogos Abertos do Interior, no estado de São Paulo, poderão voltar a ser aquela grande ação de disputa e congraçamento entre os jovens das diferentes regiões...




Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves
- dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK