Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Os conflitos e imprecisões da Lei da Ficha Limpa
 
Os conflitos e imprecisões da Lei da Ficha Limpa
23/08/2016 as 18:44 h  Autor Marcelo Gurjão Silveira  Imprimir Imprimir
Quase 5 mil políticos que pretendem concorrer nas eleições municipais deste ano podem ter os registros das candidaturas impugnados por serem considerados fichas sujas na Justiça. E a polêmica em torno das possibilidades de inelegibilidade dos candidatos condenados por crimes como lavagem de dinheiro, corrupção, peculato ou abuso de poder econômico é crescente. Para colocar ainda mais chama nesta fogueira, em recente entrevista, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Gilmar Mendes afirmou que a Lei da Ficha Limpa "parece ter sido feita por bêbados".
 
Gilmar Mendes está sendo “metralhado” pela declaração. A OAB criticou a declaração, colocando-se de forma favorável as inovações trazidas pela Lei Complementar nº 135/10. Da mesma forma alguns ministros do STF foram contrários à declaração de Gilmar Mendes.
 
No entanto, com todo respeito daqueles que pensam em contrário, e deixando o politicamente correto de lado, não faço ressalva alguma aos dizeres do Ministro Gilmar quando diz que “Essa lei foi mal feita”. Explico. O artigo 1º, inciso I, da Lei da Ficha Limpa traz o rol das inelegibilidades. Há neste rol algumas teratologias jurídicas, tais como exigir a presença, concomitante, dos elementos dolo, enriquecimento ilícito e danos ao erário  para a configuração da inelegibilidade daqueles agentes públicos condenados em segunda instância por ato de improbidade.
 
Para aqueles que militam no direito administrativo hão de concordar que a presença, ao mesmo tempo, dos três elementos em uma decisão condenatória é algo improvável, o que torna a Lei da Ficha Limpa pouco aplicada em relação ao dispositivo.

Da mesma forma, temos em relação a alínea que trata sobre a rejeição de contas dos agentes públicos. Tal como ressaltado pelo Ministro Gilmar, a Lei da Ficha Limpa não é precisa, deixando um vácuo para as interpretações. No entanto, não podemos nos esquecer que se trata de uma norma restritiva de direitos, uma vez que retira do cidadão o direito de ser candidato, portanto, deve ser interpretada restritivamente.
 
Vale ressaltar também que decisão recente do STF pode beneficiar políticos que tiveram suas contas rejeitadas por tribunais de contas. No entendimento da maioria dos ministros, cabe, agora, A Câmara dos Vereadores dar a palavra final sobre o balanço contábil de políticos. Assim, candidatos que tiveram a contabilidade rejeitada pelo tribunal de contas da localidade poderão concorrer nas eleições se o balanço não tiver sido rejeitado pelo Legislativo.
 
O grande problema da Lei da Ficha Limpa, como das demais normas feita no calor da pressão popular, é o afogadilho, o que faz surgir no sistema jurídico brasileiro aberrações. É, sim, necessária uma urgente revisão da atual lei para que, pelo menos, nas próximas eleições não tenhamos tamanhas polêmicas e também se faça uma "peneira" mais justa entre aqueles que vão concorrer a importantes cargos públicos, como representantes do povo.
 
Marcelo Gurjão Silveira Aith é especialista em Direito Eleitoral e sócio do escritório Aith Advocacia

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK