Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > CADÊ A ÉGUA DO SEU TONICO?
 
CADÊ A ÉGUA DO SEU TONICO?
18/07/2016 as 17:33 h  Autor Valdir Fachini  Imprimir Imprimir
- Hô mãe, hoje é quarta-feira, hoje é dia do seu Tonico vir aqui em casa procurar a égua dele, não é?

- É sim meu filho, já pega a viola do pai e deixa no jeito.

Dito e feito, lá pelas dez e pouco chegava o seu Tonico (Antônio Ferreira da Costa,se bem me lembro, era esse o seu nome) vinha ele, limpando o suor do rosto com a manga da camisa, com um pedaço de corda na mão, esbravejando e chutando pedra e toco. Disgramada de égua, não tem um dia que ela não foge, os meninos não viram ela passar por aqui não? Essa pernada me deu uma sede, comadre Durvalina... me arruma um copo d´água?

Antes dele terminar de gritar lá do portão, a mãe já vinha com a água, ela já conhecia o costume do seu Tonico (Antônio Clementino da Silva, se bem me lembro, era esse o nome dele).

Então ele sentava na varanda, pedia a viola do pai e começava a cantar e tocar. De viola até que ele manjava, mas cantando, era uma negação.

Enquanto o som da viola e a voz do seu Tonico (Antônio Belarmino de Oliveira, se bem me lembro,era assim que ele se chamava) se espalhava pelo  quintal,o cheiro da costela com mandioca da mãe, saía da cozinha, vinha fazendo caracol, inundava a varanda e penetrava nas nossas narinas.

Então a mãe convidava seu Tonico (Antônio Vicente Correia, se bem me lembro,ele foi batizado assim) pra almoçar, ele topava.

Na quinta-feira a égua fugia lá pros lados do sítio do padrinho Venceslau, nesse dia, a madrinha fazia frango com quiabo, a água já estava fresquinha, a viola afinada e as cadeiras na varanda.

Depois de comer uma pratada de arroz com feijão,uma coxa.uma asa e um pé do frango e cantar a moda da mula preta... eu tenho uma mula preta, com sete palmos de altura... Raul Torres, seu Tonico (Antônio José de Lima) agradecia e voltava a campear a égua.

Cada dia da semana, a égua fugia pra uma banda, no domingo ela fugia na hora do almoço e na hora da janta.

A vizinhança toda sabia que a égua nunca fugia, mas ninguém se importava, porquê seu Tonico tinha uma alma boa.

O pai dizia que ele era um anjo que Deus mandou pra tomar conta da gente.

Um dia, meu irmão mais velho(era uma quarta) ficou escondido perto da casa do seu Tonico, (Antônio Barbosa), quando o fila-boia saiu, o mano pegou a égua e a levou pra nossa casa, quando seu Antônio chegou perguntando pelo animal, trouxe ela amarrada na corda, o homem ficou sem graça, agradeceu e foi embora, nem sede sentiu.

Mas a mãe, com aquele seu imenso coração, lá da porta chamou... volta aqui seu Tonico, amarra a égua no mourão e vem tomar uma água, esse calor tá de rachar, canta uma moda pra gente... vai lá menino, busca a viola do pai.

Espera pro almoço, seu Tonico, eu to fazendo costela com mandioca, o senhor gosta?
 
Valdir Fachini, cronista
valdirfachini53@gmail.com

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK