Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > ACABE COM A MIOPIA FINANCEIRA!
 
ACABE COM A MIOPIA FINANCEIRA!
02/06/2016 as 16:53 h  Autor Samuel Magalhães  Imprimir Imprimir
Quem tem dívidas tem problemas! E quando temos um problema não conseguimos pensar em outra coisa, senão nele. Não temos olhos para mais nada, a não ser para o tal do problema. Dessa forma, criamos uma espécie de miopia financeira, aonde a única coisa que enxergamos são as nossas dívidas.

Como diriam os estudiosos da física quântica, tudo em que focamos, expande. Se focarmos nos problemas a única coisa que conseguiremos é torná-los ainda maiores do que já são. Como fazer então para sair dessa situação tão incômoda sem ficarmos atormentados com tamanhas dificuldades?

Simples, devemos focar na solução! Veja, existe uma dívida a ser paga, já sabemos disso. Não importa se ela é gigante ou pequenininha. Se você pudesse pagar, já teria pagado. Se não pagou é porque não dispõe de recursos suficientes no momento para quitar este débito.

Um velho sábio disse certa vez: “O que não tem solução, solucionado está!”.  E eu concordo em gênero, número e grau com ele. Ou seja, se você acredita que seu caso é insolucionável, você já decidiu que não iria pagar o que deve e ponto final. A dor de cabeça deixou de ser sua e passou a ser dos seus credores. Se esse for o seu caso, só espero que não tenha contraído sua dívida com algum agiota.

Mas caso você acredite que, por mais calamitosa que seja sua situação, ela é solucionável, pare de pensar no problema e comece a pensar na solução. O problema você já conhece de cor e salteado. Pensar nele não irá resolvê-lo, pelo contrário, irá drenar suas energias que deveriam estar sendo utilizadas, adivinha aonde? Acertou, na solução!

Imagino que esse problema já venha se arrastando há algum tempo. Se até agora você não conseguiu resolvê-lo, não será fazendo as mesmas coisas que você já fez que irá mudar essa realidade. É preciso fazer algo diferente! Mudar o modo de pensar e, principalmente, o de agir!

Sair das dívidas requer esforço e esforço em dobro! É preciso se esforçar para ganhar mais e também para gastar menos. É o resultado desses esforços que irá te permitir ter o capital necessário para pagar o que deve.

Obviamente, não será em um mês que você irá resolver isso. Muitas vezes levará vários meses. Algumas vezes, pode levar até mais de ano.

O mundo das finanças pode ser meio perverso. Muitas vezes, o problema que você demorou um mês pra criar, precisa de anos para ser resolvido. Perder o controle financeiro pode custar muito caro, tanto em termos monetários quanto psicológicos.

Fato é: não adianta chorar o leite derramado! Pare de reclamar, de  se lamentar e comece a agir. Problemas não se resolvem por si só. É preciso que você tome uma atitude para que consiga solucioná-los o quanto antes.

Quanto mais tempo demorar, mais a dívida cresce e maiores serão as dificuldades na hora de solucioná-la. Não importa o tamanho do seu problema, a melhor hora para enfrentá-lo é agora. Portanto, pare de focar nas dívidas e  foque no que você fará para aumentar sua renda e diminuir seus gastos para quitá-la. Se você foi capaz de criar o problema, você também é capaz de solucioná-lo!

Fale com o autor: contato@samuelmagalhaes.com.br.




Samuel Magalhães
é Coach especializado em Finanças e Negócios e fundador do Portal www.invistafacil.com.

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK