Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > O feirão da infidelidade política
 
O feirão da infidelidade política
29/02/2016 as 17:08 h  Autor Tenente Dirceu Cardoso Gon&cce  Imprimir Imprimir
Um “feirão” está funcionando no Congresso Nacional. Deputados aproveitam a janela que os permite mudar de partido até o dia 18 de março, sem perder o mandato, e negociam o passe. Barganham cargos e falam em ofertas de até R$ 2 milhões pela filiação de um novo parlamentar. Estima-se que, por esse processo, pelo menos 10% dos 513 deputados federais estarão de partido novo. É, sem dúvida, um show de fisiologismo que demonstra a razão da pouca importância das agremiações partidárias. O mais grave é que esse indigesto mercado também está instalado nas Assembléias Legislativas das 27 unidades federativas (estados e distrito federal) e nas Câmaras dos 5.570 municípios brasileiros.

A janela que suspende o instituto da fidelidade partidária enseja a negociação espúria, onde o parlamentar é cooptado a, em troca de vantagens, trair a confiança daqueles que nele votaram. Oposicionistas tornam-se situacionistas e vice-versa, tudo ao sabor de interesses que não são o do eleitor, mas da elite política que governa com desprezo àquilo que o povo pensa ou quer.

Quando a negociação ocorre apenas com cargos dentro das próprias casas legislativas ou nos partidos, o problema é menor. Mas no momento em que parlamentares são pagos com cargos no Poder Executivo, está configurada a imoral (até ilegal) interferência de um poder no outro poder. No momento em que entram recursos financeiros, aí, então, a corrupção é declarada. De onde vêm os recursos para pagar R$ 2 milhões pela mudança partidária de um deputado federal? É preciso saber se esse dinheiro não é de propinas, achaques ao cofre público ou de qualquer outra fonte criminosa. O crime – não importa sua modalidade – jamais poderá financiar as atividades políticas, pois isso destrói o país e a democracia.

Lamentavelmente, o sistema de coalizão pós-eleitoral e cooptação dos integrantes das minorias está tão arraigado na vida política nacional e a simples possibilidade de reacomodação daqueles que estão desconfortáveis em seus partidos, acaba se transformando em negócio ou negociata. É preciso encontrar uma forma de vida própria aos partidos políticos e acabar com o vício daqueles que ganham as eleições e, em vez de simplesmente governar, lançam-se à ação de comprar o apoio dos que o povo escolheu para ser oposição. Há que se  desmontar o balcão de negócios...




Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK