Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Uma cidade quase ideal
 
Uma cidade quase ideal
31/05/2015 as 11:53 h  Autor Pedro Cardoso da Costa  Imprimir Imprimir
Todo cidadão quer viver numa cidade onde os serviços sejam eficientes. Embora o desejo seja generalizado, são poucos que agem ou cobram do poder público essa prestação adequada.

Alguns fatores são determinantes para isso. Primeiro, é uma preguiça em se informar com precisão sobre o que seria uma cidade com serviços de qualidade satisfatória.

Em qualquer grande cidade, os moradores conhecem o posto de saúde de um bairro, mas a grande maioria não sabe – nem procura saber - quais são as especialidades médicas cobertas por aquele posto, nem o dia de plantão de cada médico, nem a carga horária. Caso se desentenda com algum funcionário ou fique insatisfeito de alguma forma, ninguém conhece os superiores a quem reclamar, muito menos os meios para se manifestar.

São os próprios órgãos públicos que dificultam esse conhecimento para não serem devidamente cobrados.

Bastaria que uma prefeitura distribuísse panfletos aos moradores do bairro com o quadro de funcionários do posto, da escola, da creche, com carga horária completa e nomes e contatos dos superiores, das ouvidorias e de outros órgãos de controle.

Caso pretenda evitar essa despesa, poderia disponibilizar nos sites oficiais. Aos poucos as pessoas se habituariam a saber quais são os profissionais responsáveis pelo atendimento em cada área.

Os gestores públicos não se preocupam em aprimorar as condições de atendimento de serviços oferecidos. Sempre rebatem por meio de “notas de esclarecimento” com menção a dados estatísticos fornecidos pelos próprios servidores.

Há um divórcio total entre a realidade vivida no cotidiano das pessoas e as citações dos gestores. É como se os munícipes estivessem mentindo, quando câmeras comprovam que o caos é maior do que as queixas cotidianas.

Para chegar a uma qualidade plenamente satisfatória que defina o que seria uma cidade ideal, os cidadãos precisariam mudar alguns comportamentos, e forçar que os administradores lhe forneçam serviços eficazes de fato, encarando naturalmente como dever, e sem nenhuma benevolência a quem negligenciar.

Depois, controlar a frequência dos servidores para que cumpram suas cargas horárias, sem as tão comuns saídas do expediente.

Exigir qualificação dos prestadores de serviços terceirizados. Não é porque terceiriza ou faz concessão que os prestadores podem entregar como bem entender. E um exemplo comum são os maus motoristas de ônibus, que saem sacolejando pessoas como se fossem objetos pelas cidades brasileiras.

Seria ainda mais importante se os órgãos de fiscalização tivessem suas atividades acompanhadas bem de perto, pois se houvesse o devido acompanhamento, com medidas preventivas e punições aos desobedientes, as cidades poderiam até não ser ideais, mas, com certeza, seriam bem melhores para todos.

Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP
Bacharel em direito

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK