Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Hotéis de Salvador fecham as portas por falta de turistas
 
Hotéis de Salvador fecham as portas por falta de turistas
25/05/2015 as 11:26 h  Autor José Queiroz   Imprimir Imprimir
A indústria turística de Salvador vive o seu pior momento desde que foi iniciada, e olha que houve ocasião em que a sensação era de que não sobreviveria, como no período da Guerra do Golfo Pérsico, entre 1990 e 1991. O estado deplorável em que se encontrava o Centro Histórico, o surgimento de novos destinos no Nordeste, e a baixa visitação, não animava investidores, proprietários e profissionais.

Entretanto, a reviravolta foi espetacular, graças à compreensão do fenômeno que é o Turismo, ao desprendimento e ao arrojo do governo do estado no período entre 1991 e 2006. Aproveitou-se o título dado ao Pelourinho, de Patrimônio da Humanidade, e os recursos disponíveis para reformá-lo, para promover a mais ousada onda de investimentos e captação de negócios na história do turismo interno do Brasil. O turismo em Porto Seguro, Chapada Diamantina, Morro de São Paulo e Litoral Norte, é fruto desse momento, que repercutiu no Brasil e no mundo, atraindo não só turistas, mas operadoras renomadas, redes hoteleiras, companhias aéreas e outros negócios.

Porém, a mudança de governo do Brasil em 2003, para grupos com interesses diferentes, e a mal explicada oposição à reforma do Pelourinho, culminou com a mudança de governo na Bahia também, e a suspensão da reforma no início de 2007. Ainda hoje há políticos responsáveis por este retrocesso em atividade, e que continua criticando o governo da época e a reforma. Em nome de um socialismo que só prejudicou as supostas vítimas da ‘malvadeza’, já que a ruína física e social é visível, o que também já repercutiu nacional e internacionalmente.

A Secretaria de Turismo anunciada por ACM Neto não correspondeu, não ouviu o trade da cidade, ignora solenemente os profissionais, é tocada por políticos e seus cargos são criados para acomodar apadrinhados que pagam comissão aos partidos, como acontece na Secretaria de Turismo do estado. Ou ocupados por parentes e políticos sem voto! Atualmente os partidos importam e exportam ‘profissionais’ ao bel prazer, comportam-se como donos das cidades, das atividades e dos destinos. A Saltur existe apenas para organizar o Carnaval de Salvador, ocasião que movimenta uma montanha de dinheiro –a maior parte do contribuinte! - e passa o resto do ano sem fazer nada!

Salvador não está entre as principais opções das operadoras brasileiras e estrangeiras que vendiam a cidade, pois está suja, trânsito caótico, violenta, desmoronando, sem praias, e sem vida noturna autêntica! O Conselho Baiano de Turismo dos últimos anos ignorou os interesses de quem procura a cidade, não cuidou do patrimônio histórico e cultural, insistiu em ações para vender pacotes e hotéis de eventos, resorts e cruzeiros. Usa os símbolos culturais para isto, mas canaliza os recursos para seus negócios. Esvaziou a cidade, que virou dormitório de Praia do Forte e Morro de São Paulo. E quebrou os hotéis de turismo e a cadeia produtiva de Salvador!

Os hotéis precisam de turistas para manter-se, sem eles estão em estado lastimável, com oferta de serviços precários, ou fechando as portas. O charmoso e super bem localizado Hotel Jaguaribe Praia está sendo fechado por falta de clientes e segurança naquela área, onde já fecharam o Hostel Jaguaribe, o Hotel Lazer Piatã, a Pousada Baiona em Itapoan, o Corsário Hotel da Boca do Rio, e o antigo Solar Diana, também. Tem gente fechando no Rio Vermelho! Em Ondina, o Salvador Praia Hotel fechou há muito tempo, mas o escombro continua lá, servindo a um bloco e à Saltur no Carnaval, e o Atlantic Towers deixou de ser hotel. Na Barra já fecharam o Hotel San Marino, o Hotel Porto Farol e o tradicional Albergue do Porto! E no Pelourinho, Pousadas Hilmar e Red Fish!

Quem assume a responsabilidade por isto? Turismo não é brinquedo, senhores, não é passatempo, não é para qualquer um, como pensa a academia brasileira! É coisa de gente grande, culta e honesta, se quiser sobreviver entre os cultos, honestos e trabalhadores da indústria turística mundial! Dêem ‘régua e compasso’ para os profissionais da cidade e, seguramente, ela pode ser uma das melhores do mundo! Não falta turista interessado e dinheiro!

José Queiroz é Guia de Turismo

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK