Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Quando o Dom é fazer o outro feliz
 
Quando o Dom é fazer o outro feliz
17/03/2015 as 17:42 h  Autor Dominique Magalhães  Imprimir Imprimir
Você certamente já ouviu alguém contar ou sentiu na própria pele, a alegria que um ato de altruísmo pode proporcionar.  Fazer alguém sorrir, estender a mão para auxiliar na solução de um problema, servir de ombro para um amigo ... Por que será que nos sentimos afortunados com estas atitudes?
 
Praticar o Dom também está relacionado a proporcionar satisfação ao outro, acredite. Podemos, a partir disso, encontrar alegria em viver.
 
Em meu livro “O que falta para você ser feliz?”, comento que “ajudar” ao próximo é uma das categorias na qual a pessoa pode encontrar seu Dom. Neste quesito, estão inclusos aqueles tipos de profissões em que o foco é essencialmente auxiliar as pessoas a resolverem seus problemas: terapeutas, médicos, líderes espirituais, professores (sim!), etc.
 
Encontramos ainda aqueles que, além de suas atividades remuneradas, encontram tempo para se dedicarem a alguma atividade de caridade.  Em retribuição, ganham sorrisos, abraços, carinho... Gratidão.  Toda boa ação gera uma reação igualmente boa.  O ser humano que faz parte deste grupo, não sofre em deixar-se um pouco de lado para o benefício do próximo, pelo contrário: esta é sua realização.
 
Grandes personalidades da nossa história cumpriram esse papel na religião: é o caso de Madre Teresa de Calcutá, Padre Antônio Vieira, Chico Xavier. A caridade era o Dom deles.

Posso citar duas pessoas na atualidade que apresentam esta característica: Papa Francisco e o médium espírita brasileiro Divaldo Franco. Ambos os líderes religiosos fizeram de suas habilidades próprias muito mais do que uma maneira de viver. 

Francisco veio para revolucionar muitos dos pensamentos católicos, condenando inclusive, a intolerância para com os homossexuais, assunto ainda considerado tabu para a Igreja Católica.  Ambos com suas capacidades de mobilização, fé e espiritualidade semeiam o bem ao semelhante, a tolerância e a paz.
 
Divaldo realiza um projeto social grandioso que transformou e ajudou mais de 160 mil pessoas. A construção erguida em 1952 por iniciativa do médium, atualmente conta com o auxílio de 400 voluntários, ajudando aos assistidos a saírem da miséria com acesso à escola e desenvolvimento de uma profissão.
 
Divaldo também é responsável pela psicografia de 258 livros que resultaram na venda de dez milhões de exemplares. Toda renda obtida é transferida para as obras de caráter social. Alguns dos seus seguidores afirmam que o maior aprendizado obtido com ele é a percepção de que ajudar o próximo é a maior benção da vida.
 
Nem todos precisam ser líderes religiosos ou dedicarem-se integralmente para ajudar outras pessoas, mas o questionamento é válido: Será que para sermos mais felizes, não precisamos ser menos egoístas e pensarmos um pouco mais na felicidade dos outros?
 
"Ajude o companheiro que segue pelo seu caminho. Aproxime-se e ofereça-lhe amizade. Coloque ao alcance dos outros a fonte generosa da sua amizade, oferecendo as águas cantantes da simpatia fraterna. O verdadeiro amor surge na urna da amizade honesta como jóia preciosa da verdadeira afeição. Amizade é luz no caminho – clareie sua estrada”. – Divaldo Franco
 
Quantos desertos tem o ser humano de atravessar ainda hoje! Sobretudo o deserto que existe dentro dele, quando falta o amor à Deus e ao próximo, quando falta a consciência de ser guardião de tudo o que o Criador nos deu e continua a dar”. – Papa Francisco
 
Dominique Magalhães:
De origem simples, Dominique Magalhães, empresária com forte foco no social, nasceu no Rio de Janeiro, mas viveu dos oito aos 26 anos em Carangola, município localizado em Minas Gerais. Saiu do interior com objetivo de trabalhar seu talento e vocação. Em busca da profissão dos sonhos, desempenhou várias funções que foram de cabeleireira à vendedora. Em 2005, movida por uma paixão de escrever diálogos e roteiros, montou a Dom Produções Criativas, uma produtora audiovisual independente. Atualmente, é autora do método “Dom” e “Projeto Social Dom – Qual é o seu dom?” – com objetivo de levar as pessoas a compreenderem, capacitarem e compartilharem seus dons, para obterem uma vida plena e feliz. Escreveu também o livro “O que falta para você ser feliz?” e é idealizadora do projeto audiovisual & plataformas SEM MALAS.

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK