Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Boas vindas aos calouros
 
Boas vindas aos calouros
30/04/2013 as 18:51 h  Autor Luiz Gonzaga Bertelli  Imprimir Imprimir
Pela primeira vez na história, os calouros de engenharia superam os de direito, transformando-se na segunda carreira com mais matrículas nos cursos de graduação do Brasil, ficando apenas atrás da disciplina de administração de empresas. Isso representa muito para um país que conta com um grande déficit de profissionais no setor de construção civil e tecnologia.  Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), em 2006 ingressaram 95 mil estudantes de engenharia em cursos superiores. Cinco anos depois, o número subiu para 227 mil, com aumento verificado tanto nas escolas privadas quanto públicas.

A engenharia costuma ser considerada a carreira do desenvolvimento.  O crescimento econômico traz necessidades urgentes de investimentos em infraestrutura, o que alavanca sobremaneira setores da construção civil. E para uma nação que quer permanecer entre as maiores potencias econômicas do planeta, essa é uma carreira estratégica.

Ainda estamos longe, porém, de atingir o número ideal de profissionais.  Em 2011, formaram-se no Brasil 45 mil engenheiros para uma necessidade de, pelo menos, 70 mil profissionais, segundo estimativas de entidades de classe. Na Coréia do Sul, por exemplo, formam-se atualmente 80 mil engenheiros. Na China, são 300 mil.

Apesar do crescimento positivo na procura pela carreira, especialistas advertem para o perigo de aumentar a evasão, já que um contingente grande de estudantes pode estar indo apenas atrás das promessas fáceis de pleno emprego e altas remunerações e não por vocação, o que pode se tornar um ciclo perigoso. Um bom engenheiro deve ter bom domínio de disciplinas como matemática e física, capacidade de decisão e planejamento, e gostar, sobretudo, de cálculos e pensamento lógico.  Enquanto isso, as faculdades terão de se adaptar, com uma grade curricular que reforce os conteúdos básicos, já que são poucas as escolas de nível médio que trazem resultados satisfatórios em uma disciplina tão importante como a matemática.

Fazendo a lição de casa direitinho, investindo em educação, desde o ensino básico até a graduação, o Brasil tem todo o potencial para se desenvolver e ser uma nação competitiva no mercado mundial. Os futuros engenheiros terão, portanto, um papel importante para colocar o país nos trilhos do crescimento.

Luiz Gonzaga Bertelli é presidente Executivo do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), da Academia Paulista de História (APH) e diretor da Fiesp.

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK