Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Os custos financeiros do alcoolismo
 
Os custos financeiros do alcoolismo
16/04/2013 as 09:18 h  Autor Paulo Vinícius Soares/P  Imprimir Imprimir

Gosto de sair a noite de tomar um birinight /
Jurubeba, tubaína, Johnny Walker, Black White /
Me afogo na cangibrina caio no tatibitati /
Tomo cinco ou seis salinas feito fosse chocolate /
Engulo até gasolina, mas detesto coca light
” [...].

Música: Eu detesto coca light. Zeca Baleiro

O alcoolismo, além de um problema pessoal, é também um problema social, empresarial e humano. No mundo, os gastos referentes à doença só perdem para o tabagismo e significam mais que o total dos custos decorrentes do uso de todas as outras drogas juntas.

O alcoolismo é uma doença crônica, caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool, na qual o usuário se torna cada vez mais tolerante a intoxicação e que apresenta sintomas e sinais de abstinência quando o mesmo é retirado, sinais típicos de usuários de drogas quando separados do vício.

Geralmente, as causas da doença são: o ambiente social e a cultura, a predisposição genética e a saúde psicológica. Mas, sua forma de agir no metabolismo ainda é incerta. Para a maioria das pessoas, o consumo de álcool gera pouco ou nenhum risco de se tornar doença, porém existe uma semente plantada e que pode germinar a qualquer momento, pois há a influência constante no corpo físico, enganando o psicológico, isto porque além da legalidade adulta e falta de fiscalização para a menor idade, existe um pressuposto social de que a maioria já utilizou ou utilizará. Para algumas faixas etárias, como a adolescência, é considerado parte de um status e inclusão de grupo.

As consequências do vício podem ser muitas, a começar pelos danos ao próprio corpo, como câncer na cavidade oral, esôfago, faringe, fígado e/ou vesícula biliar; hepatite, cirrose, gastrite, úlcera, danos cerebrais, desnutrição, problemas cardíacos, problemas de pressão arterial e transtornos psicológicos até a morte. Durante a gestação, causa má formação fetal. Fora isso há o problema familiar, social e profissional que vão além das notícias de acidentes de trânsitos, degradando aos poucos a sociedade.

O tratamento necessário depende muito do quadro do paciente, porém o mais comum é a desintoxicação e posterior reabilitação, idêntico aos fatores necessários para recolocação na sociedade de usuários das demais drogas ilegais. Vale lembrar que não existe cura e normalmente são tratamentos longos em que podem acontecer recaídas. O apoio da família e dos amigos é essencial, mas como, em alguns casos, se refugiar do lobo em sua toca?

O ponto principal deste artigo, contudo, é o custo financeiro do alcoolismo, que muitos parecem não enxergar ou fingem ser assim e a sua divulgação é restrita. Além do obvio drama familiar, dados especulativos estimam que o Brasil gaste em torno de R$ 100 bilhões de reais ao ano para o tratamento e outros impactos decorrentes da doença, custo decorrente de fatores como acidentes de trânsito, criminalidade, violência doméstica, absenteísmo, desemprego e outros, que muitas vezes não são apontados pela prestação de conta do orçamento, sendo mascarados por outras contas, quando na verdade o custo foi gerado pela utilização da droga.

Para termos uma idéia dessa cifra, ela é maior que o orçamento do Ministério da Educação, que em 2012 foi de R$ 82 bilhões de reais. Não nos restam dúvidas de que este montante sendo revertido para as áreas sociais certamente seria extraordinário. Analisar esta doença critica do ponto de vista de ônus financeiro e os efeitos econômicos que ela acarreta parece egoísmo, mas é necessário para nos fazer enxergar a urgência da questão.

E é por tudo isso que o Governo deve tomar, em caráter de urgência, medidas providenciais (como fez com o tabaco) aumentando, por exemplo,  os impostos para tornar os produtos alcoólicos mais dispendiosos, expondo veementemente seus males para os consumidores, visando diminuir seu consumo, em medidas provavelmente impopulares, porém necessárias, pois atualmente trata-se de um tema de extrema importância para a saúde pública, e que tende a piorar como demonstram os números de aumento do consumo, afinal o papel do estado é proteger e cuidar da nação.

Mais importante do que simplesmente combater o uso, é tratar da prevenção ao alcoolismo e ao consumo excessivo de álcool, principalmente entre os jovens, onde tudo se inicia e a semente é plantada. Seminários didáticos e interativos onde deve ser exposto os danos causados por essa substância, promovendo ainda atividades recreativas e esportivas no tempo livre, pois são meios de encaminhar as  próximas gerações para uma vida mais saudável.

Para que tudo isso ocorra e estes números retrocedam, deve-se ter a compreensão e o apoio mínimo da população, para que a discussão sobre os males surja dentro dos lares, criando metas para uma sociedade livre dos prejuízos do álcool e que os objetivos de melhorias sejam alcançados. Quem sabe assim podemos nos preocupar com outros assuntos que podem alavancar nossa economia, oferecendo melhor qualidade de vida para nossa nação.
 
Paulo Vinícius Soares e Pedro Fernandes Porto Neto: Acadêmicos de Administração da UFMS – Campus de Três Lagoas (MS).

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK