Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > A satisfação no trabalho e a Teoria de Flow
 
A satisfação no trabalho e a Teoria de Flow
18/03/2013 as 14:22 h  Autor Odilon Medeiros  Imprimir Imprimir
Vivemos pressionados e preocupados com o tempo, não é verdade? Correndo para que tenhamos tempo de fazer tudo o que ainda precisamos fazer. É uma agitação total.
 
Convido você para uma reflexão. Primeiro pense em alguma atividade que você gosta muito de fazer. Pensou? Em seguida, lembre a última vez que você esteve envolvida com ela. Se veja realizando essa tarefa. E agora me responda: como está o seu comportamento? Você está focando no tempo ou na realização da atividade? Você está agitado(a) ou tranquilo(a)? Possivelmente você estará desfrutando daquele momento e não estará estressado(a).
 
Essa situação pode estar ligada ao que o psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi, que é Ph. D. na Claremont Graduate University, na Califórnia, concebeu e chamou de teoria do Flow (fluxo, em inglês), que nada mais é do que um estado mental atingido quando se está absolutamente envolvido em alguma atividade de alguma forma prazerosa.
 
Segundo o pesquisador, o Flow é uma experiência subjetiva específica onde as pessoas são colocadas quando estão completamente engajadas naquilo em que têm interesse e envolvimento. É uma experiência oriunda de um estado de concentração e foco, que torna a realização de qualquer atividade mais espontânea, mais natural.
 
Entretanto, para que isso aconteça, é preciso que haja um equilíbrio entre as habilidades da pessoa e o nível do desafio que esteja prestes a encarar. Imagine que eu estou chamando você para que realize um certo trabalho. Nele você terá a oportunidade de realizar aquela tarefa que citou no segundo parágrafo. Como você vai reagir? Acredito que, com tranquilidade, pois terá habilidade e saberá como vencer o desafio ou, no mínimo, saber as alternativas ou outros caminhos que possui para vencê-lo.
 
Se você entender que o desafio desse trabalho é inferior às suas habilidades, poderá se sentir desmotivado(a), se sentir em estado de tédio, de relaxamento excessivo, de apatia, etc. E o que aconteceria se fosse ao contrário? Se os desafios forem muito maiores do que as competências? Possivelmente geraria ansiedade, preocupação, agitação, etc.
 
Os estudos de Mihaly comprovam que o Flow busca atingir o equilíbrio entre essas duas esferas: habilidades e desafios.
 
E a pergunta que surge, quase que imediatamente é: quais os resultados que o Flow pode trazer para mim? Segundo o pesquisador, qualquer que seja a sua atividade, se você estiver engajado, produzirá um estado fenomenologicamente similar à experiência na qual várias pessoas consideradas de sucesso vivenciaram: elas se descreveram como muito focadas, não se distraiam, ficavam absorvidas naquilo que estavam fazendo, não se “torturavam” para fazer o que tinham que fazer. E como resultado, produziam mais e com melhor qualidade, apresentavam melhoria na qualidade de vida, nos relacionamentos interpessoais, redução do absenteísmo, aumento da motivação, etc.
 
Vamos refletir agora sobre os dois lados da mesma moeda: a visão do gestor e a visão do liderado sobre o tema.
 
Enquanto gestor, o profissional deve ficar atento à dinâmica do grupo. Até mesmo porque essa é uma habilidade que deve estar presente na rotina de qualquer líder e não é aceito a desculpa que não tem oportunidade para isso. Então, comece a visualizar a sua equipe e, mesmo que mentalmente, faça observações sobre a atuação de cada um dos integrantes. Lembre-se que, nada está tão bom que não possa ser melhorado. Assim, observe o desempenho do seu pessoal e responda: existe algum obstáculo que esteja atrapalhando o estabelecimento pessoal do Flow?
 
Mihaly afirma que “Os tipos de atenção para associar o colaborador com o trabalho são uma habilidade que o gestor deveria desenvolver, se quiser que os funcionários deem o melhor de si, que percebam que o seu trabalho tenha sentido, que valha a pena”.
 
No papel de liderado, é fundamental que haja algum processo de autoconhecimento, que atualmente existem em grande quantidade no mercado. Procure descobrir em você o que pode estabelecer o Flow. E comece a demonstrar isso. Se o seu líder não perceber, chegue mais próximo dele, converse. Mas evite exigir mudanças imediatas dele. Dê um tempo para que ele possa se familiarizar com a ideia.
 
Como pode ser visto, essa é mais uma estratégia para, ao mesmo tempo, aumentar a satisfação e a produtividade. Sua e da equipe. Portanto, desfrute dela e seja feliz.
 
Que assim seja!

Odilon Medeiros – Consultor em gestão de pessoas, palestrante, professor universitário, mestre em Administração, especialista em Psicologia Organizacional, pós-graduado em Gestão de Equipes, MBA em vendas Contato: om@odilonmedeiros.com.br / www.odilonmedeiros.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK