Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > BRASIL DIVIDIDO EM COLÔNIAS DE SEUS PARTIDOS POLÍTICOS
 
BRASIL DIVIDIDO EM COLÔNIAS DE SEUS PARTIDOS POLÍTICOS
28/05/2012 as 21:51 h  Autor José Queiroz  Imprimir Imprimir
BRASIL DIVIDIDO EM COLÔNIAS DE SEUS PARTIDOS POLÍTICOS

No mesmo modelo de todos os tempos e sociedades! E, como sempre, por preguiça, incapacidade intelectual e produtiva, ou ganância, traição, e cumplicidade da elite local. Vêm aí para as prefeituras do Brasil os velhos “salvadores da pátria”, e seus discursos impessoais e eleitoreiros. O DEM assistiu a destruição de Salvador sem mover uma palha em sua defesa, mas acredita que o soteropolitano está esperando por ele. PSB, PT, PSDB, PMDB e alianças, depois de oito anos explorando os recursos gerados no município, apesar das atividades econômicas destruídas por eles - turismo, serviço de praia, vida noturna no Aeroclube e Pelourinho - sem investir um centavo na cidade, acreditam que o povo os quer como tábua de salvação.

Todos eles estão presos ao dinheiro e interesses de seus financiadores, cujas cúpulas estão longe da realidade e das necessidades dos municípios. Esses partidos se tornaram sorvedouros do dinheiro do Brasil graças ao corporativismo, assistencialismo, corrupção e impunidade. Tomaram o Estado, trocaram técnicos por políticos, desrespeitam a Constituição, alteram leis e contratam pessoas e obras ao bel prazer, assumiram o controle dos negócios através da tal parceria pública privada, e manipulam o patrimônio público como se fosse deles. Com a proteção da banda podre da justiça, das bênçãos históricas das igrejas que convencem o povo a se alimentar apenas de fé, e da conivência de acadêmicos, formadores de opinião e juristas, muitos debilitados física, mental, moral e espiritualmente pelas drogas, bebidas e consumo exibicionista e inútil, satisfeitos por ter, não por ser. Supostamente protegidos pelo dinheiro, amigos e condomínios, mas já não tanto.

O Brasil está dividido em colônias do PT, do PSDB, do PMDB, do DEM, do PSB, etc. As regiões, riquezas e instituições foram divididas. A Petrobrás é do PT, o turismo é do PMDB, e assim sucessivamente. Não há líder local, defesa dos interesses locais, administração do potencial e dos recursos locais. O dinheiro está comprometido com os altos salários que compram o silêncio, bolsas que compram votos, com a farra das indenizações de supostos prejudicados pela ditadura, metrôs, estádios, resorts, publicidade enganosa e muita roubalheira. Não há dinheiro que chegue para bancar correligionários e comissões, bajuladores e propinas, esposas consumistas, filhos exibicionistas, carrões, cursos no exterior – foi preciso criar o programa nacional de bolsas no exterior para atender aos filhos deles – viagens, farras, etc. E estão “lutando bravamente” para tornar em gasto governamental a campanha política. É saque!  

A Comissão da Verdade reflete a sociopatia do governo atual, parece um teste de discernimento e tolerância da sociedade brasileira. O segundo Governo mais corrupto do mundo quer a verdade! É muita cara de pau, muito cinismo, muita avacalhação com o Brasil. Estes atos esdrúxulos que terminam em desvio de dinheiro do contribuinte que iria para a educação, saúde e segurança, são decididos por eles e suas audiências públicas circenses, formadas por gente que ganha bolsas e sequer sabe o que acontece nelas. E lá vai mais dinheiro público! Mas o feitiço pode virar contra o feiticeiro, afinal, pode-se discutir à vontade nas escolas e universidades - agora com apoio do governo! - a verdade sobre esquerda e direita, socialismo e capitalismo, e os reflexos na sociedade humana. Muitas “descobertas” acontecerão!

Os partidos políticos passaram dos limites, se perderam nos conchavos que chamam de aliança e que os obrigam a aceitar todo tipo de procedimento de seus membros e coligados, e estão sacrificando perigosamente a sociedade. No caso de Salvador, como se não bastasse o salário infame que não permite educar filhos de trabalhadores da mesma maneira como se educam os filhos dos membros dos partidos políticos, a Prefeitura e a Câmara, e o Governo e a Assembleia Legislativa, desempregaram milhares de cidadãos nos últimos anos com a destruição do Pelourinho, do turismo, das barracas de praia, do Aeroclube e dos postos de trabalho, obrigando o cidadão anônimo, sem voz, mas contribuinte - e que vota! - a conviver com as carências de seus filhos, perdendo muitos para a delinquência. Governos anteriores trouxeram atividades para o município, mas o atual, seus partidos, e os financiadores, têm outros interesses.

O Brasil tem perdido prestígio, parceiros e divisas, por causa da corrupção absurda nos últimos 10 anos, pela impunidade dos agentes do governo, e pela violência urbana incontida. Os gastos e as mentiras com a publicidade já não convencem, mas a ignorância os faz crer em si mesmos, na eternidade dos recursos naturais, e na estupidez e inércia do povo brasileiro, cada vez mais angustiado, revoltado e disposto a dar um basta. A inquietude é visível, os movimentos sociais estão crescendo, a comunicação através da internet e do turismo é uma realidade irreversível. É revoltante a incompetência e a roubalheira, a irresponsabilidade e o desprezo pelas necessidades básicas do cidadão no governo atual do Brasil, que culpa outros, mas não faz nada para mudar.  Além do pão, tiram as possibilidades, dão maus exemplos, e tornam o futuro incerto.

É preciso profissionalizar a administração pública, exigir capacidade como fazem os grandes grupos econômicos, as grandes empresas. Não faz sentido entregar economias gigantes como a do Brasil a quem não está preparado. A democracia tem que estimular a disputa destes cargos por quem estuda e se prepara, e não por semianalfabetos aventureiros ou maus caráter. Para ser do Judiciário tem que ser operador do Direito, obviamente para o Executivo tem que ser administrador, e para o Legislativo tem que ser filósofo, jurista, sociólogo, etc. E fiscalizar esta gente! Do contrário o Brasil continuará estudando, pesquisando, inventando e criando condições de vida mais digna, graças às riquezas naturais e a capacidade de seu povo, mas desperdiçando tudo com a ignorância, amoralidade e irresponsabilidade de seus partidos políticos.

Por José Queiroz

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK