Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Reprodução, bioética e direito humano
 
Reprodução, bioética e direito humano
15/02/2012 as 20:22 h  Autor tenente dirceu  Imprimir Imprimir
O nascimento, em São Paulo, do bebê concebido por seleção genética com a finalidade de servir células-tronco para curar a irmã de cinco anos, que sofre de uma doença rara, reabre a crucial discussão sobre processo reprodutivo, bioética e o direito do ser humano. Num mundo onde há poucas décadas se assistiu as tresloucadas experiências em busca da raça ariana pura e permeado de doutrinas e crenças que batem de frente com a ciência, é preciso encontrar o meio seguro e ético de desfrutar dos avanços e direcioná-los exclusivamente para o fortalecimento da sociedade e o bem-estar da humanidade.

São incontestes os benefícios proporcionados pela ciência médica e suas assemelhadas. É por conta da incansável luta dos pesquisadores da área que temos hoje os transplantes de órgãos e uma série de técnicas e conhecimentos que prolongam e dão qualidade à vida. Tudo, no entanto, deve ser  criteriosamente empregado e não pode – em hipótese alguma – substituir o curso normal da Natureza. O natural é filhos gerados pela interação homem-mulher e cuidados de maneira responsável e ética pelo casal gerador. A ciência só deve ser empregada para remover obstáculos, jamais para negar o curso natural das coisas.

Desde que a ciência começou a se interessar pela área da reprodução humana, muitos questionamentos foram levantados. A ficção encarregou-se de colocar mais lenha na fogueira ao criar personagens insólitos supostamente resultantes da intervenção do homem no processo reprodutivo até então tido como exclusivamente divino ou natural. Todo avanço na área deu-se a duras penas e sob muitos olhares de desconfiança.

A reprodução assistida é – hoje – uma realidade. Casais sem a possibilidade de filhos encontram na ciência o meio de gerá-los. Infelizmente há um certo mercantilismo e indesejável glamourização do processo. A geração de um ser com a finalidade de socorrer a outro, é a novidade. Há que se tomar todo cuidado para evitar que esse indivíduo doador seja encarado apenas como doador, solucionador de um problema e gerador de outro; ele tem de ser visto como um indivíduo tão importante e normal quanto os demais. Cultivar sua diferença pode ser um risco e, até, causar-lhe futuros problemas sociais e psicológicos.

O momento é de júbilo para a competente classe científica. Mas a sociedade tem de se preocupar e buscar, com toda pressa, a segurança de que o uso do avanço científico não será desvirtuado. Os próprios especialistas, suas entidades representativas, governo e parlamentares têm de se mobilizar para dotar o país de leis e regulamentos capazes de garantir o uso da ciência apenas para o bem e a ética e jamais para a substituição do ciclo natural.

A ciência é benfazeja quando resolve problemas, mas torna-se perigosa quando pode ser banalizada como o simples artigo da prateleira do supermercado.

Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves. Dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK