Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Especialista alerta para endividamento no fim de ano
 
Especialista alerta para endividamento no fim de ano
20/12/2011 as 19:36 h  Autor cláudio boriola  Imprimir Imprimir
Com muitos produtos em oferta e dinheiro sobrando, a época é propícia a gastos não planejados e pode causar grandes prejuízos ao bolso do consumidor. Por conta disso, antes de se esbaldar nas lojas, deve-se ter um cuidado redobrado para não se endividar.

Uma dica é não pensar no 13º salário como um dinheiro extra para fazer extravagâncias. Usá-lo de forma consciente é o primeiro passo para fugir do aperto no início do ano. Se tiver dívidas, use o dinheiro para quitá-las, ou então, aplique o valor e usufrua apenas do rendimento. Ao fazer as compras, planeje bem e procure pagar à vista porque a possibilidade de conquistar um desconto é ainda maior. Ao discriminar todos os gastos, a pessoa que já está com a corda no pescoço se sentirá pressionada a não cometer novos exageros.

Para o consultor Financeiro Cláudio Boriola, o final de ano é o período mais perigoso para o consumidor. "O brasileiro deixa se levar pela emoção de comprar, pelo ato impulsivo. As lojas estão bonitas e os preços atrativos. Esses fatores atraem o consumidor que não planeja suas compras para o centro do furacão e podem deixar, meses depois, o seu nome negativado", comenta.

Segundo o consultor, evitar entrar no limite do cheque especial e pagar a parcela mínima do cartão de crédito, ainda mais nesse período, é fundamental. Para quem não conseguir fugir do pagamento parcelado, uma dica é imaginar o valor total saindo do seu bolso, isto evitará a impressão de que se gastou menos.

"Usar o cartão é aconselhável somente quando não existe diferença em relação ao preço à vista. Quem não quer se endividar pode programar os gastos de forma que possa pagar o total da fatura na data de vencimento, evitando o crédito rotativo, pois o cartão tem as taxas de juros mais altas do mercado. Para se desvencilhar das tentações das vitrines e manter uma vida financeira saudável basta seguir a 'regra dos quatro Ps', que são: planejar, pesquisar, pechinchar e pagar à vista. Só assim para não arrombar o orçamento no final do ano", explica Claudio.

Ao planejar a viagem, as pessoas também devem ter em mente que os gastos vão muito além do transporte e hospedagem, com os maiores custos nas despesas com alimentação, presentes e passeios. Antes de partir, calcule quanto o orçamento da família pode ceder para as despesas. Se o orçamento estiver curto, o melhor é adiar as férias dos sonhos para os próximos anos, reservando uma parcela mensal para o projeto.

IPTU mais caro e IPVA mais barato

O ideal é gastar menos do que se tem de renda e assim fazer uma reserva financeira para eventuais gastos extras, previstos ou não. Entre os já esperados para janeiro estão os vilões IPTU e IPVA. Quem tem algum dinheiro guardado ou não gastou todo o 13º pode aproveitar os descontos para pagar à vista os dois impostos e conseguir um bom desconto. Essa dica só serve para quem já tem o dinheiro. Não vale a pena tomar empréstimos, pois os juros são muito mais pesados. O valor do IPTU depende da cidade onde o imóvel está localizado e é calculado sobre o valor da propriedade. O pagamento pode ser efetuado em até dez prestações iguais, mensais, com vencimento sempre no mesmo dia de cada mês. Após o vencimento da parcela, o valor é acrescido de multa de 0,33% ao dia, limitada a 20%. "Coloque na cabeça que é importante poupar pelo menos 30% dos rendimentos mensais, afinal, nunca se sabe o que terá de enfrentar no futuro", explica Cláudio Boriola.

A boa notícia para o final do ano vai para os proprietários de veículos na Região Metropolitana de Campinas (RMC). Isso porque o IPVA de 2012 ficará bem mais acessível ao bolso. Segundo a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, a tabela de valores venais de veículos, utilizada para cálculo do imposto, registrou queda nominal de 3,75% nos preços de venda de veículos no varejo. A diminuição vai provocar um reflexo de queda de 3,34% para carros e de até 5,56% para moto. Como nos outros anos, quem efetuar o pagamento do imposto em cota única em janeiro de 2012 terá um desconto de 3%. O IPVA também pode ser parcelado, sem desconto, observando as datas de vencimento em janeiro, fevereiro e março. O contribuinte que deixar de recolher o imposto fica sujeito à multa de 0,33% por dia de atraso e a juros. Passados 60 dias, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto.

O Estado começa a recolher o IPVA 2012 a partir do dia 11 de janeiro para veículos com placa final 1.

O valor do Seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), pago por proprietários de veículos também não terá reajuste em 2012. Os donos de veículos de passeio pagarão R$ 101,16. O maior valor, R$ 279,27, será cobrado dos proprietários de motos, porque é a categoria com maior número acidentes.

Custos escolares devem aumentar

Para o ano que vem o consumidor também deve se preparar para gastar com o material escolar. Segundo o varejo, o preço deve superar a inflação oficial, de 6,48% e subir de 5% a 7% em relação ao ano passado. Para fugir dos altos preços, o consultor Financeiro Claudio recomenda a combinação de antecipação, pesquisa e atenção redobrada, o que pode garantir um alívio para o bolso, sem deixar de lado a qualidade. Muitas vezes, a ânsia da criança em adquirir um produto com grande repercussão na mídia influencia na perda de qualidade dos materiais e gera a necessidade de ser renovado em um curto período. Segundo Cláudio Boriola, o pagamento deve ser feito à vista, o que pode render desconto de até 10%.

O aumento das mensalidades nos colégios particulares da região também deve ficar acima da inflação, mas os pais devem verificar se os reajustes são abusivos. A escola deve divulgar a nova proposta de contrato, o valor da anuidade e o número de vagas por sala, num período mínimo de 45 dias antes da data final da matrícula. O consumidor também precisa estar atento ao prazo estipulado pela instituição de ensino para a renovação e desistência da reserva da matrícula. Pode ser que o procedimento exija o pagamento de taxas extras. Outro item é o sistema de avaliação, se existe taxas a serem pagas, bem como os descontos e multas por atrasos no pagamento das parcelas. Cobranças indevidas por parte da instituição devem ser restituídas em dobro, acrescidas de juros e correção monetária.

Cláudio Boriola
, Consultor Financeiro, palestrante, especialista em economia doméstica e Direito do Consumidor (www.boriola.com.br)

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK