Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > A faixa de pedestre e a multa
 
A faixa de pedestre e a multa
05/10/2011 as 20:08 h  Autor tenente dirceu  Imprimir Imprimir
É difícil não crer que o principal objetivo seja arrecadar. Mas também não podemos deixar de identificar outros efeitos das ações. Se, por um lado, pode se conseguir a redução do número de acidentes nas faixas, na outra ponta, a campanha cria a falsa idéia de que pelo simples fato de estar na faixa o pedestre está protegido e basta erguer a mão para poder atravessar. Isso é um engano na maioria de nossas cidades, de motoristas e pedestres rebeldes ou descuidados. É preciso dizer ao pedestre que, além de dar o sinal, ele só deve atravessar depois que o carro parar.

Da mesma forma que passaram anos, décadas, sem nada exigir de motoristas e pedestres, a máquina controladora do trânsito também deveria estar programada para passar anos cuidando da educação e da solução dos conflitos entre o veículo e o homem na via pública. Além da faixa de pedestre, teria de cuidar da desobstrução das calçadas, evitar que ciclistas e motoqueiros transitem pelo local reservado aos pedestres e, também, impedir que o pedestre circule pelas áreas destinadas aos veículos. Cumpridas essas etapas, aí, sim, teria chegado a hora de cuidar da faixa, que é o local onde inevitavelmente se encontram veículo e pedestre. Do jeito que o sistema funciona hoje, pouco adianta proteger o pedestre na faixa, pois ele pode ser atropelado e morto ao tentar atravessar a rua a poucos metros dela.

Trânsito numa cidade é um conjunto de medidas, umas ligadas às outras de forma a garantir o funcionamento do todo. O objetivo principal dessas medidas é garantir condições para que cada indivíduo em segurança chegue ao seu destino, utilizando os meios de transportes e recursos que a tecnologia colocou à sua disposição. As autoridades têm o dever básico de criar condições para o funcionamento harmônico do conjunto. Mas, infelizmente, o que mais ocorre é intervenção pontual e movida mais pelo impulso, sem qualquer benefício para o sistema.

Noticia-se que não só na Europa, mas também em Brasília, é hábito o motorista dar preferência de passagem ao pedestre na faixa. Melhor do que meter a mão no bolso dos nossos motoristas com multas e pontos, seria ir à capital federal e perguntar como é que lá se conseguiu criar essa consciência. Isso não garante renda, mas pode salvar vidas e até tornar mais fácil o trânsito em nossas grandes e médias cidades...  

Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves. Dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK