Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Nem se assuste quando a natureza resolver se retar
 
Nem se assuste quando a natureza resolver se retar
26/09/2011 as 21:18 h  Autor gervásio lima   Imprimir Imprimir
Talvez por conta da sua localização geográfica, o que lhe permite ser vista de vários pontos da cidade; e da presença de residências, que insistem em invadir o morro, e não tanto pelos estragos ambientais, as queimadas são a notícia da vez.

Como jacobinense, nascido e criado, e como um bom baiano, fico retado como são tratados os problemas do município mais castigado do estado, do ponto de vista ecológico. Concordo plenamente com a preocupação da imprensa. É louvável e politicamente correta. Mas acredito que uma discussão mais abrangente sobre o meio ambiente, como um todo, revelará outros vários absurdos sobre o tratamento dispensado à flora e à fauna de Jacobina.

Assim como no Cruzeiro, as queimadas são constantes nas chamadas ‘serras’ da Bananeira, do Leader, do Pico do Jaraguá, da Pingadeira e outras localizadas fora da visão da população. As queimadas nas serras são como as pixilingas do Colégio Deocleciano Barbosa de Castro, que todo ano era certa sua infestação, mas anos e anos se passavam e nada de concreto acontecia para evitar.

Privilegiada pela natureza, Jacobina possui um dos maiores acervos ecológicos da Bahia, com locais verdadeiramente paradisíacos. Patrimônio natural invejável sim, mas totalmente abandonado, esta é a realidade. A preservação do meio ambiente nunca esteve como pauta principal de planos de governos. O município não discute, de verdade, políticas públicas que venham inibir ações contra a sustentabilidade.

Não existe um órgão municipal, estadual ou qualquer que seja, que atue exclusivamente na proteção e preservação da natureza. E mesmo com tamanho patrimônio natural, a principal porta de entrada da Chapada Diamantina, não possui sequer uma guarda específica para fiscalizar e proteger sua fauna e sua flora.

É clara a necessidade urgente de se trabalhar a sensibilização em conjunto entre poder público e a população com a informação e a ação.

É bom lembrar para as autoridades, especialmente as judiciais, que o crime ambiental nem sempre é tão chocante quanto outros tipos penais, tais como homicídio, roubo, estupro, e outros crimes demasiadamente violentos, que revoltam a sociedade, mas gera prejuízos incalculáveis, inclusive na vida, dos seres humanos.

O escritor Michael Soulé sintetiza seu pensamento a respeito da conscientização ambiental, afirmando que "não conseguimos ensinar as pessoas o amor à vida com argumentos econômicos e raciocínio lógico. A conscientização depende de um sentimento de comunhão com a natureza. Para amá-la, é preciso um contato direto, um pé na trilha, a caminhada em parques, o pôr-do-sol na praça. Não há argumentos que substituem a experiência direta com o mundo natural".

Gervásio Lima – Jornalista e historiador

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK