Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > O DÉCIMO PRIMEIRO DIA MAIS IMPORTANTE DA HISTÓRIA
 
O DÉCIMO PRIMEIRO DIA MAIS IMPORTANTE DA HISTÓRIA
12/09/2011 as 20:13 h  Autor ivandilson miranda  Imprimir Imprimir
Entre as tantas significações desse acontecimento, destaquemos apenas três:

1) O ataque ao World Trade Center, quebra a expectativa de muitos que teríamos um período de paz, pois o século XX pariu duas guerras mundiais (Nazismo, Bomba atômica...), uma guerra fria (EUA X União Soviética), as guerras no oriente, em especial Palestina X Israel e várias guerras étnicas no leste da Europa e no continente africano.  Não podemos esquecer as ditaduras que foram terríveis para várias nações na América do Sul, principalmente para o Brasil. Cem anos de dor não impediram que no primeiro ano do século XXI, começássemos tudo de novo;

2) Os atentados mostram
para todo o mundo a fragilidade de um país que ainda insiste em querer dominar tudo. A queda das torres gêmeas simboliza a decadência do imperialismo norte-americano que aos poucos vai dando sinais de enfraquecimento. A crise político-econômica de 2008 e as atuais dificuldades do governo Barack Obama para aprovar, entre Republicanos e Democratas, a reforma da saúde e evitar um possível calote da dívida americana comprovam que esse Estado já não tem mais aquela força de antes. Se um império começa a declinar, outro imediatamente se levanta. Apertem os olhos que a China vem aí!

3) A terceira questão é que novamente em tempos (para alguns) pós-modernos e globalizados, o conflito Al-Qaeda/Talibã X EUA, reedita o velho embate entre Oriente e Ocidente. Essa dicotomia maniqueísta só ajuda a indústria da guerra que ganha milhões vendendo sua artilharia suja e pesada para fabricar mortes e dividir o planeta.

Após dez anos, o onze de setembro de 2001 nos convida a refletir sobre que humanidade queremos. Temos desenvolvimento tecnológico e científico nunca antes experimentado, temos quase tudo em tempo real via Internet, telefonia celular, temos os equívocos do passado e uma possibilidade de futuro melhor. Vamos continuar nos matando para obter o poder? Pensemos!  

Ivandilson Miranda Silva. Professor de Filosofia na FBE (Fundação Baiana de Engenharia), Professor de Humanidades na Unime Salvador, Mestrando em Cultura e Sociedade Pela UFBA.

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

Embora pensada para se opor à polarização entre direita e esquerda nas eleições presidenciais, a candidatura de terceira via, se ocorrer, favorecerá Lula e atrapalhará Bolsonaro. Por natureza, o eleitorado de esquerda comparece incondicionalmente às urnas e vota no candidato da tendência, mesmo...
Em evento de filiação ao Podemos e com discurso político, Sérgio Moro traz à tona sentimentos e projeções variadas acerca de seus objetivos políticos. Símbolo maior da Operação Lava Jato quando juiz, superministro do Governo Bolsonaro, trabalhador da iniciativa privada nos EUA, enfim, uma trajetória já assaz atribulada nos últimos anos e, agora, uma pré-candidatura, ao que tudo indica para a Presidência, em 2022, mas não...
O partido que desfralda a bandeira da socialdemocracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB, está em frangalhos. Quando foi criado em 1988 era a esperança de o país pela trilha de uma nova política, amparada no conceito do Estado comprometido com o bem estar social e aberto aos...
O cipoal de leis que restringe a liberdade individual deve ser censurado. Característica principal dos sistemas socialistas anacrônicos e até mesmos dos híbridos, a hegemonia de leis que restringe a liberdade individual vem contaminando o progresso geral. A liberdade é instrumento de construção e de evolução meteórica mais consistente dentro dos sistemas viáveis de construção da sociedade humana. Os dois caminhos experimentados pelas...
A Caridade é o centro gravitacional da consciência ideológica, portanto, educacional, política, social, filosófica, científica, religiosa, artística, esportiva, doméstica e pública do Cidadão Espiritual. Desse modo, se o ser humano não tiver compreensão dela, deve esforçar-se para entendê-la, a fim de...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK