Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Reciclar é preciso, mas com cuidados
 
Reciclar é preciso, mas com cuidados
09/09/2011 as 18:47 h  Autor tenente dirceu  Imprimir Imprimir
A indústria da reciclagem é abastecida, em boa parte, por mercadorias recolhidas por catadores que atuam na informalidade e convivem perigosamente, com seus carrinhos, no trânsito das cidades. O material que essa legião de desvalidos vende aos atravessadores do negócio normalmente é depositada sem cuidados técnicos ou higiênicos, em áreas inadequadas. Muitos desses depósitos mais se parecem com os “lixões” a céu aberto e expõem todo o seu entorno a riscos que vão desde a proliferação de pragas e doenças, como a dengue, à contaminação, como a do Césio 137, ocorrida em Goiânia, nos anos 80, e ao incêndio que, via-de-regra, consome a própria mercadoria reciclável e atinge imóveis vizinhos.

Tornou-se rotina o noticiário de fogo em depósitos de recicláveis. Dias atrás, uma dessas ocorrências, na grande São Paulo, colocava em risco uma fábrica de solventes vizinha à área sinistrada. Outro depósito, em Bauru (SP), embora localizado num distrito industrial, pegou fogo e queimou duas indústrias vizinhas.

Surgidos há décadas, inicialmente com os desmanches e reaproveitamento de veículos e peças – que acabou gerando uma indústria criminosa, hoje combatida pelas autoridades – os depósitos de recicláveis estabeleceram-se em áreas urbanas e arrebanharam desempregados e desvalidos que perambulam pelas cidades à cata de restos. Até ocorreram algumas tentativas de organizá-los e transformar o trabalho num negócio sustentável mas, na maioria das localidades, esses homens, mulheres e crianças não passaram de massa de manobra para atender a apetites eleitorais. O máximo que ganharam foi carrinho para empurrar, nas épocas de eleições.

Já passou da hora das autoridades e da própria sociedade olharem com seriedade para esse segmento, hoje movimentado apenas pelo lucro dos atravessadores e pelo suor dos desvalidos. É preciso um amplo trabalho social para formalizar essa gente e orientá-la a conviver com o trânsito e, principalmente, a proteger-se em relação a produtos químicos ou radioativos. Quanto aos depósitos, precisam ser colocados dentro das normas já existentes. Esses estabelecimentos têm de receber a mesma fiscalização e estar sujeitos aos alvarás técnicos da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros ou, então, não devem poder funcionar. Questão de segurança e sustentabilidade...
 
Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves. Dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) - aspomilpm@terra.com.br

Comente via Facebook
Mais Artigos
No h comentrios.
img
img
RSS  Artigos Artigos

O escritor foi e ainda é, para as crianças que estão começando a descortinar o infinito horizonte da palavra, algo inatingível, meio mágico, talvez mítico.Isso, dito por elas mesmas. A criança é naturalmente curiosa, sedenta de conhecimento e experiência, e ficar cara a cara com...
Na civilização humana, em todos os tempos as gesticulações passaram a simbolizar determinados comportamentos e construir significados diversos para cada sociedade e para cada povo. Gestos humanos servem tanto para simbolizar comportamentos positivos, bem como...
https://www.novoeste.com/uploads/image/artigos_gaudencio-torquato_jornalista-professor-usp-consultor-politico.jpgHoje, tomo a liberdade de fazer uma reflexão sobre a vida. Valho-me, inicialmente, de Sêneca com seu puxão de orelhas: “somos gerados para uma curta existência.  A vida é breve e a arte é longa. Está errado. Não dispomos de pouco tempo, mas desperdiçamos muito. A vida é longa...
A presidenta do Instituto Justiça Fiscal aponta o falso dilema para a escolha eleitoral de 2022 e indica as fontes de custeio para vencer o quadro desolador de fragilidade da maioria do povo brasileiro. A próxima eleição, se ocorrer, certamente exigirá muito de nós. Mas não será uma escolha difícil. Para começar, terceira via não existe! Ou melhor: existe, em Bolsonaro. Este, que pode parecer insano, sádico, intratável, joga o jogo e...
A Constituição Cidadã erigiu a dignidade da pessoa humana como seu fundamento, ao lado da soberania, cidadania, valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político. Trata-se, portanto, de um dos pilares que legitimam o Estado Social e Democrático que fundou....
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img



img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças. A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade. Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para...
Existem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma consequência — infelizmente incontrolável — de uma rara doença. As dificuldades em lidar com as embaraçosas situações,...
img
img
RSS  Top Vdeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img
img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK