Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Dicas de Leitura > Dicas de Leitura > MINHA METADE SILENCIOSA
 
MINHA METADE SILENCIOSA
18/11/2014 as 16:01 h  Autor Editoria  Imprimir Imprimir
Em meio a tanto tumulto na vida do jovem Stark McClellan reina o absoluto silêncio gritando baixinho em seu coração. 14 anos e a carga de uma vida inteira sobre seus ombros... Ou melhor, sobre sua orelha! A vida do garoto ainda não maduro, "formado", carrega o estigma de "deformado" por ter nascido apenas com uma delas. Mais que não ouvir - de um dos lados - ele escutou o suficiente durante a infância inteira o que milhares de outros ouvidos poderiam suportar. Sofreu bullying, castigos, abusos, preconceitos, tiranias...

Uma história comovente contada pelo autor norte-americano Andrew Smith na ficção dramática "Stick" que virou febre pelo mundo, ganhou as melhores críticas internacionais e acaba de chegar ao Brasil pela editora Gutenberg intitulado "Minha Metade Silenciosa" (304 páginas) editado apenas com uma "orelha", na capa.

Stark ou "Palito" - apelidado assim por ser muito alto e magro - passa pela descoberta do amor, do sexo, do afeto e da amizade verdadeira estampada na figura de seu irmão mais velho, Bosten, de 16 anos que sempre o defende e o protege quando Stark é alvo de bullying. Em contrapartida, Stark e Bosten são passivos de surras, falta de afeto e isolamento em casa.

Starck precisa enfrentar problemas complicados da família e dele próprio até encontrar sua identidade. Para isso, vive situações como descobrir que o irmão bebe, fuma maconha, namora outro garoto e sofre abusos sexuais por parte do próprio pai. Até momentos de pura alegria durante as férias na casa da tia Dhalia, na Califórnia, onde encontra afeto, amor, compreensão e onde também beija pela primeira vez a jovem Evan, dona de três mamilos.

Volta pra casa, volta pra confusão!

Pais se separam, mãe abandona o lar ao saber que Bosten é gay, irmão que foge de casa e Palito (bom ouvinte do seu coração) que também sai de casa para procurar o irmão que se jogou pelas ruas de Los Angeles.
      
Uma saga nada fácil. Embalada por uma narrativa poética, diferente, com e s p a ç o s  e n t r e  a s  p a l a v r a s  para mostrar a maneira do protagonista ouvir.
 
FICÇÃO | NEW ADULT
MINHA METADE SILENCIOSA - Stick
Andrew Smith
EDITORA: GUTENBERG
TRADUÇÃO: Rodrigo Seabra
PÁGINAS: 304 páginas
QUANTO: R$ 34,90
 
Andrew Smith, autor de sete romances para jovens, coleciona diversos prêmios e elogios da crítica. Nasceu na Califórnia e, no ensino médio, quando foi editor do jornal do colégio, descobriu que queria ser escritor. Depois de graduar-se em Ciências Políticas, Jornalismo e Literatura, experimentou a carreira jornalística, mas percebeu que não era o tipo de escrita que havia sonhado fazer.  Passou grande parte da sua juventude viajando pelo mundo e fazendo os mais diferentes trabalhos (em uma indústria metalúrgica, como estivador em um porto, como atendente em bares e lojas, como segurança, e como músico, entre outros). Ao se estabelecer definitivamente no sul da Califórnia, foi professor de adolescentes em situações de risco, o que o inspirou em seus textos.

O seu primeiro romance Ghost Medicine (publicado em 2088) foi indicado como um dos melhores livros do ano para jovens adultos. E seus outros livros também foram aclamados: The Marbury Lens ganhou o prêmio da Amazon de melhor ficção para jovens adultos de 2010 e foi considerado pela Publishers Weekly como o melhor livro do ano. E a escolha do editor da Booklist; In the Path of Falling Objetcts ganhou o Southwest Book Award de 2011. Andrew Smith escolheu o isolamento das montanhas perto de Los Angeles para morar, e lá vive atualmente com sua esposa, seus dois filhos adolescentes, dois cavalos, três cães, três gatos e um lagarto arisco chamado Leo. Veja mais em seu site: www.authorandrewsmith.com

Por Gabriela Bianco
Da 80 Comunicação
Comente via Facebook

Mais Dicas de Leitura
img



img
RSS  Artigos Artigos

No final dos anos de 1800, os irmãos Dalton eram perigosos foragidos nos Estados Unidos. Eles eram policiais, mas gradualmente foram enveredando para o crime e tornaram-se conhecidos nacionalmente, por assaltos a trens e a bancos. Na ocasião em que resolveram assaltar...
Ultimamente a cidade de Londres tem sido palco de muitos ataques terroristas. O mais recente deles foi o que sofreram os frequentadores de uma mesquita, como se os britânicos houvessem dado “o troco” pelos atentados outrora perpetrados contra cidadãos comuns, praticados e elaborados por extremistas muçulmanos. É interessante observar – e isso posso falar com propriedade, pois vou a Londres com frequência – que há grande...
O assalto ao fórum de Diadema (SP), de onde bandidos levaram, na noite do último sábado, 391 armas (revólveres, pistolas, submetralhadoras e até um fuzil), repete crimes já ocorridos em todo o país. O Poder Judiciário armazena na sua sede as armas apreendidas nos...
Achei, nos meus alfarrábios, texto que publiquei, em 3 de maio de 1987, na Folha de S. Paulo, dedicado à Melhor Idade: Na Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo procuramos sempre aliar a energia dadivosa dos mais novos ao patrimônio da experiência dos mais idosos. E isto se...
Em sua história secular, o movimento sindical jamais teve uma verdadeira estratégia, exceto a da fixação intuitiva de funções na produção em que o poder dos operários era evidente e decisivo. O sindicalismo é ação de resistência – a resistência dos trabalhadores à exploração...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
Com os filhos pequenos à sua volta, Graça Ramos fazia a brincadeira das palavras para estimulá-los a construir um vocabulário rico. “Saía muito disparate”, ela se diverte ao lembrar. Ainda grávida, lia em voz alta para que os bebês em...
Obra da Ática, lançada em 2011, traz as ilustrações originais de Jim Kay e tradução do escritor Antônio Xerxenesky. É o pesadelo de novo, como em quase todas as noites depois que a mãe de Conor ficou doente. A escuridão, o vento, os gritos – e o despertar no mesmo ponto, antes de...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK