> Principal > Notícias Nacionais > >
Asfalto x Paralelepípedo
Data 23/08/2011 as 19:45 h  Autor Editoria  Vezes 2572  Imprimir Imprimir
Engenheiro, especialista em pavimentação, explica quando e onde utilizá-los.


Muito ainda se discute sobre o assunto. O engenheiro Claudio de Castro, da Tecpar Pavimentação Ecológica, explica que a escolha depende muito do cliente, da pretensão e do local onde o pavimento será aplicado. “É  muito comum o indivíduo ou a empresa terem dúvidas na hora de escolher o tipo do pavimento. Por isso, há questões que devem ser levadas em conta como a preocupação ecológica, a durabilidade, o tráfego, a resistência e as possibilidades de manutenção”, afirma.

Asfalto X Paralelepípedo

O asfalto virou símbolo da modernidade e é característica marcante nas áreas urbanas. Ele está presente nas principais ruas, avenidas e rodovias. Neste sentido, Claudio justifica: “Esse tipo de pavimento se faz necessário onde prevalece a alta velocidade, o trânsito intenso e onde não haja interesse urbanístico. Porém o engenheiro salienta que as ruas com asfalto, para manter o conforto do motorista, precisam ser recapeadas ou até refeitas com bastante frequência, pois esse pavimento tem durabilidade de no máximo 5 anos”.

Já o paralelepípedo, pode ser utilizado em ruas periféricas, postos de combustíveis, pátios industriais, condomínios, loteamentos e em locais que não necessitem de um monitoramento frequente das condições do pavimento. “Eu optei por trabalhar com o paralelepípedo justamente pelas vantagens que ele apresenta em relação a outros pavimentos. Ele tem alta durabilidade e, além disso, é resistente, de fácil colocação e manuseio e não tem um processo de industrialização de alto impacto ambiental com o asfalto”, conta.

Preferências

Um exemplo de preferência pelo paralelepípedo está em uma das maiores redes de postos do Brasil. Adalberto José Sanches, consultor de obras da empresa, diz porque elegeu o paralelepípedo para substituir o asfalto nos postos da empresa. “Além da facilidade de manutenção e da maior resistência, já que recebemos um número elevado de veículos de grande porte, a preocupação ecológica foi fundamental para optarmos por esse tipo de pavimento”.

Este último fato também levou o presidente da comissão executiva de um condomínio, localizado em Itu, interior de São Paulo, a escolher o paralelepípedo: “Entre 450 condôminos, escolheu-se esta opção por se tratar justamente de algo ecológico e que não agride o meio, já que a preservação da área e da essência interiorana era a nossa maior preocupação”, diz Isidoro Fabretti.

Por isso, o engenheiro da Tecpar Pavimentação Ecológica conclui: “A necessidade de cada pavimento dependerá das circunstâncias em que será aplicado. Se for para tráfego rápido e fluidez no trânsito ainda prevalece o asfalto. Caso contrário, onde o intuito seja assegurar o pedestre e diminuir a velocidade dos veículos, assim como não prejudicar a permeabilidade do solo nem o meio, então se recomenda o paralelepípedo, sem dúvida”.

Sobre a Tecpar

A Tecpar é uma empresa prestadora de serviços de infra-estrutura com pavimentação em paralelepípedo e piso intertravado, além de saneamento para loteamentos, condomínios, indústrias, postos de combustíveis, transportadoras e prefeituras. Fundada para executar as suas obras com bastante responsabilidade e honestidade, a garantia do paralelepípedo é de 50 anos, por ser uma solução em piso permeável e de fácil manutenção. Com pedreira própria e com o aumento na procura, a Tecpar fez parcerias com fornecedores para suprir a necessidade de mão de obra especializada e melhorar continuamente o atendimento ao cliente. A missão da empresa é facilitar a vida dos clientes, entregando as obras com fornecimento de todos os materiais e mão de obra. O grande desafio da Tecpar é fazer com que o paralelepípedo seja reconhecido como o único pavimento ecologicamente correto e permeável, evitando inundações e mantendo o lençol freático. Para mais informações, acesse: www.tecparpavimentos.com.br.
Comente via Facebook

Mais Notícias
Não há comentários.
Redes Sociais
TWITTER GOOGLE + FACEBOOK YOUTUBE LINKEDIN INSTAGRAM
img
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img
img
RSS  Artigos Artigos

Apesar de lei federal de 2009 determinar a matrícula nas escolas de ensino fundamental e médio para todas as crianças e jovens de 4 a 17 anos, as projeções da ONG Todos pela Educação, baseados em dados do IBGE, mostram que esses números não...

Terras agricultáveis viraram ouro no mercado global do agronegócio. Seus preços subiram mais do que qualquer ativo nos últimos 10 anos. Entre 2009 e 2013, a evolução média do preço das terras no Brasil foi de 94%, e muito mais no Centro Oeste, com 131% nesse período de apenas...
A história do Brasil é uma narrativa de mandonismo e de obediência. Desde a Colônia (1500-1822), nós somos o desdobramento da vontade dos donos do poder territorial (político), econômico e jurídico. Os senhores de terra, e posteriormente os detentores de...

As manifestações dos caminhoneiros, iniciadas no final de semana, avolumam-se. Em onze estados, as rodovias são bloqueadas pelos transportadores, que deixam passar ônibus e automóveis mas impedem a circulação de caminhões, em protesto contra as...


Logo após o último carnaval estava, à noite, em um “canto chorando o meu pranto” num dos ambientes de meu refúgio de Viçosa quando, de repente, entra um ziguezigue que, após rodopiar como um desesperado a procura do caminho de entrada, que o levaria para fora de sua...
img
img
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Sonhos são apenas sonhos? Muitos podem pensar assim, mas para Kelly Hamiso, autora de Padma, eles significam muito mais. No livro, ela narra uma história de amor resistente às barreiras do tempo, da morte e de todos os males da vida. Bem aceito pela...
Hoje é o Dia de Iemanjá, também conhecida como Rainha do Mar. O orixá africano faz parte da religião do candomblé e de outras religiões afro-brasileiras. Para se aprofundar nesta religião, a editora Nossa Cultura apresenta o primeiro Dicionário da Religiosidade Popular, que tem todas as...
As três principais religiões monoteístas do mundo –judaísmo, cristianismo e islamismo– se fundamentam em revelações. Nessas crenças, alguns escolhidos receberam a verdade revelada por Deus, quem a contradiz é herege. Por meio da história, sabemos o que...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img