> Principal > Notícias Destaque > >
Variáveis psicomotoras de crianças estudantes de escola pública
Data 17/08/2010 as 17:52 h  Autor Novoeste  Vezes 5540  Imprimir Imprimir
Dentro do âmbito educacional, muito tem se discutido sobre qual a melhor forma ou caminho a ser percorrido por um indivíduo para que se tenha um bom desenvolvimento psicomotor e quais são os principais fatores que os afetam para que se tenha um bom ou mau rendimento psicomotor.

O termo psicomotricidade apareceu pela primeira vez com Dupré em 1920, significando um entrelaçamento entre o movimento e o pensamento. Desde 1909, ele já chamava a atenção de seus alunos sobre o desequilíbrio motor, denominando o quadro de “debilidade motriz” verificou que existia uma estreita relação entre as anamalias psicológicas e as anamalias motrizes, o que os levou a formular o termo psicomotricidade (OLIVEIRA, 2008, p. 28)
    
Segundo Barreto (2000) o desenvolvimento psicomotor é importante na prevenção de problemas de aprendizagem, que aliás, tem sido um dos grandes problemas enfrentados na educação contemporânea, principalmente no âmbito das escolas públicas brasileiras.
   
São inúmeras áreas que a psicomotricidade pode atuar: coordenação motora fina e global, estruturação espacial, orientação temporal, lateralidade, estruturação corporal.

Esta pesquisa analisou as variáveis psicomotoras (coordenação motora, equilíbrio, auto-imagem e ritmo) em crianças de 10 a 12 anos de uma escola pública do município de Barreiras-Bahia, visando detectar possíveis deficiências ou não, em escolares daquela escola. Foi realizado um estudo quantitativo, com característica explicativa que foi conduzido com o padrão de pesquisa de campo. Foram analisadas 34 crianças, em que os responsáveis pelos voluntários assinaram um termo de consentimento livre e esclarecido. Os dados foram coletados na Escola Municipal Santa Luzia desta cidade. Foi aplicado um questionário sócio-econômico e uma anamnese. Para mensurar a massa corporal (MC) utilizou-se uma balança eletrônica e para medir a estatura foi utilizada uma fita métrica fixada em uma parede da escola. Em seguida, calculou-se o IMC, através da equação IMC = MC/(estatura)². Para mensurar as variáveis psicomotoras foi utilizada a bateria de testes validada por Fonseca (1999). A analise estatística foi realizada através o pacote estatístico SPSS for Windows. Portanto, mediante este estudo, foi possível entender as questões relacionadas a psicomotricidade.
   
Ao dar início a presente pesquisa de campo, iniciamos a partir de algumas questões das quais tentamos responder ao longo do caminho. O desempenho psicomotor dos meninos é melhor que das meninas? O nível sócio econômico influência no desenvolvimento psicomotor das crianças da periferia? Crianças com mais idade possuem melhor coordenação motora do que as mais novas? As meninas apresentam melhor equilíbrio que os meninos?
   
Sabe-se que as questões supracitadas são utilizadas não apenas no âmbito escolar, mas também no dia-a-dia do indivíduo. Sabemos também que essas destrezas motoras dão início em casa, pois ela brinca, come, escova os dentes, amarra o cadarço do tênis dentre outras atividades.
   
Diante das evidências encontradas nesta pesquisa, observou-se que o desempenho psicomotor dos meninos, em linhas gerais, é melhor que das meninas. Isto se deve possivelmente a fatores culturais, que atribuem aos meninos serem estimulados a praticar diversos tipos de atividade física, enquanto as meninas são mais limitadas a brincarem dentro de casa. Sendo assim, elas levam desvantagem com relação aos meninos.
   
Pode-se concluir também que o nível sócio econômico pode influenciar no desenvolvimento psicomotor, tendo em vista uma provável má alimentação, desprovida de elementos nutricionais essenciais para uma boa formação neuromuscular.
   
Quanto às diferenças entre as meninas e meninos pode-se concluir que o desempenho rítmico e coordenação motora dos meninos são ligeiramente melhores que das meninas, e que as meninas levam ligeira vantagem sobre os meninos no quesito equilíbrio e auto-imagem.
   
Por fim, também se observou que houve associações significativas entre o equilíbrio dinâmico e noção corporal, equilíbrio dinâmico e estruturação espaço temporal, equilíbrio estático e coordenação óculo-manual, estruturação espaço temporal e coordenação óculo-manual e noção corporal e coordenação óculo-pedal.



FOTO 01: Voluntário realizando o teste de equilíbrio estático.
FOTO 02: Voluntário realizando o teste de equilíbrio dinâmico.
FOTO 03: Voluntário realizando o teste de noção do corpo (auto-imagem).
FOTO 04: Voluntário realizando o teste de estruturação espaço-temporal



FOTO 05: Voluntário realizando o teste de praxia global (coordenação óculo-manual)



FOTO 06: Voluntário realizando o teste de praxia global (coordenação óculo-pedal).
FOTO 07: Voluntário realizando o teste de praxia fina (tamborilar).




Danilo Santos Barbosa
Acadêmico da FASB do curso de licenciatura plena em Educação Física
Comente via Facebook

Mais Notícias
Não há comentários.
Redes Sociais
TWITTER GOOGLE + FACEBOOK YOUTUBE LINKEDIN INSTAGRAM
img
img


img




RSS  Artigos Artigos

Um dos maiores desafios nos dias atuais para algumas prefeituras é a promoção da inclusão social de maneira sustentável. O desemprego, a ausência de mão de obra qualificada, a falta de infraestrutura básica (física, fiscal e jurídica) para os moradores e empresas são...

Escrevo alguns textos com o objetivo de colocar ideias que não percebo nos jornais diários, talvez pela ótica do mercantilismo, já que a maioria da mídia recebe seus maiores recursos de propaganda governamental. Como minha preocupação maior é favorecer a sociedade e não...
A pesquisa Ibope revela que, apesar dos sucessivos escândalos político-administrativos e das manifestações que chegam a pedir intervenção autoritária, 46% dos brasileiros preferem a democracia. É um indicador interessante e fator de reflexão. A democracia, para...

A festa (da democracia) acabou: novos chefes do executivo nacional e estadual escolhidos, além de deputados e senadores. E agora, José? Maria? Nordestino? Sulista? Brasileiro? Qual rota o país tomará para garantir o sucesso da fórmula que alia e harmoniza desenvolvimento econômico e conservação da...
Por que os brasileiros abominam os políticos corruptos e frequentemente os reelegem? Por que 250 mil paulistas reelegeram Paulo Maluf, mesmo depois de ele ter sido, na Suíça, o protagonista involuntário ("Sr. Propina") de uma propaganda contra a corrupção...

img
img
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
As três principais religiões monoteístas do mundo –judaísmo, cristianismo e islamismo– se fundamentam em revelações. Nessas crenças, alguns escolhidos receberam a verdade revelada por Deus, quem a contradiz é herege. Por meio da história, sabemos o que...
Autor de mais de 300 obras, entre livros, CD’s e vídeos, e apontado como um dos pregadores cristãos mais célebres do Brasil, José Fernandes Oliveira, conhecido como Pe. Zezinho, SCJ, lança sua nova obra, que servirá de subsídio para os que desejam repensar certas...
O leitor que acompanhou a história de Emma e sofreu ao lado da personagem nos dois primeiros livros da série Breathing – Uma razão para respirar e Quase sem respirar –, já pode se preparar para acompanhar a sequência da história contada pela...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img