Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Notícias Destaque > Recursos Hídricos > ANA premia projetos de gestão e uso sustentável dos recursos hídricos
 
NOTÍCIAS DO DIA... NOTÍCIAS DO DIA...
ANA premia projetos de gestão e uso sustentável dos recursos hídricos
07/12/2017 as 10:24 h  Autor Editoria  Imprimir Imprimir
A Agência Nacional de Águas (ANA) premia, na noite de ontem, quarta-feira (6), em Brasília, nove projetos de todo o país que combatem a poluição, o desperdício de água e contribuem para a gestão e o uso sustentável dos recursos hídricos. Este ano, a premiação tem nove categorias e avaliou ações de empresas de ensino, pesquisa, governo e imprensa. Vinte e sete trabalhos de 12 estados e do Distrito Federal foram selecionados para a final.

O presidente da Comissão Organizadora da 6ª edição do Prêmio ANA, Horácio Figueiredo, destacou a importância do evento para dar visibilidade a bons projetos. “A ideia é dar um selo de qualidade, chancelar iniciativas de preservação dos recursos hídricos. De fato, há uma valorização e reconhecimento muito grande por parte da mídia e da sociedade dos projetos finalistas e vencedores, que alavancaram novos recursos e fontes de financiamento após a premiação”, disse.

Figueiredo avalia que o tema água tem ganhado uma importância cada vez maior, especialmente nos últimos três anos, após a crise hídrica chegar a locais que nunca haviam enfrentado o problema, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Finalistas

Na categoria Pesquisa e Inovação Tecnológica, um dos três finalistas é o projeto Produção agrícola familiar utilizando rejeito da dessalinização da água salobra como suporte hídrico, da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), em Mossoró (RN).

O projeto existe desde meados de 2014 e foi criado com o objetivo de verificar a viabilidade do uso do rejeito da dessalinização da água salobra na região do Semiárido em sistemas de produção agrícola. A escassez de água na região representa um desafio para a produção de alimentos e requer, além do uso racional da água, o aproveitamento de fontes alternativas.

Ao longo dos anos, programas do governo federal, como o Água Boa, instalaram estações de tratamento de água salobra em áreas ruais da região, processo que resulta em um rejeito altamente salino e poluente.

O projeto finalista apresentou resultados satisfatórios na criação de tilápias em viveiros, em que a água de rejeito salino é usada, e também na implantação de horta comunitária, que usa o rejeito salino como suporte hídrico após passar pelos tanques de peixes. A iniciativa foi testada na Comunidade Serra Mossoró e no Projeto de Assentamento Santa Elza, também no mesmo município.

Outro finalista, este na categoria Ensino, é o Projeto Rio Manoel Alves Pequeno: Limpar para Conservar, da Associação Apoio Colégio Estadual de Itacajá, em Tocantins. Desde 2002, o projeto realiza mutirões para limpar o município e o Rio Manoel Alves Pequeno.

O projeto ganhou relevância na cidade desde sua implantação, pois conscientizou estudantes, ribeirinhos e a população em geral sobre a importância de cuidar do rio, fundamental para o abastecimento da cidade, além de ser atração turística. Ao longo de 15 anos, desde a criação da ação, o número de caçambas de lixo retiradas das margens do rio tem diminuído ano após ano.

Os projetos finalistas estão disponíveis na internet.

Prêmio

Os nove vencedores vão ganhar uma viagem para participar do 8° Fórum Mundial da Água, o maior evento global sobre recursos hídricos e que em 2018 terá como tema Compartilhando Água. A próxima edição ocorrerá em Brasília, entre 18 e 23 de março. Pela primeira vez, será sediado no Hemisfério Sul. São esperados cerca de 30 mil representantes de mais de 100 países para discutir os desafios mundiais relacionados a água. Durante o encontro, os ganhadores do Prêmio ANA terão a oportunidade de apresentar seus trabalhos.

Além disso, os vencedores vão receber um troféu feito por um reconhecido mestre vidreiro italiano, Mario Seguso.

Da Agência Brasil

Comente via Facebook

Mais Notícias
Não há comentários.
img


img
RSS  Artigos Artigos

Quando me perguntam se é possível aplicar na educação brasileira práticas bem-sucedidas de países com melhores resultados educacionais que o Brasil, costumo responder - para surpresa do interlocutor - com uma afirmação e uma negativa. Essa conjunção de ‘sim e não’ é a...
Até o pleito de outubro, os eleitores colocarão uma lupa sobre os candidatos. Farão um controle mais apurado do que em eleições passadas. Primeiro, em função da desconfiança que paira sobre os políticos. Segundo, porque o voto começa a sair do coração para subir à cabeça. O voto...
Na esteira da decretação de intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, vemos o embate de como executar o trabalho. Membros do governo dizem que as Forças Armadas não terão poder de polícia, falam em ação de busca e apreensão monitorada pelo Judiciário e...
Isso é Brasil! Até onde vai a promiscuidade dos nossos governantes?  Será que estão realmente preocupados com a melhoria do ensino de medicina ou com possíveis futuros financiadores de campanhas políticas, em face à realidade nacional?  Pois bem; de olhos gananciosos no alto...
O escritor sergipano Ariosvaldo Figueiredo escreveu certa vez que “moralismo e juridicismo são vertentes ideológicas de uma pequena minoria conservadora”. Frase que nunca esteve tão atual como nos dias em que vivemos, onde quem deveria zelar pela moral e pelos bons...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Como falar às crianças e adolescentes sobre respeito às diferenças? E se essas diferenças forem algo de certa forma muito difícil de explicar? É isso que faz de forma poética e muito alegre o livro Você sabe quem eu sou? Então vou te contar, de Herica B. T. Secali.
Ao questionar Paulo Freire, Ronai Rocha analisa alguns dos paradigmas mais arraigados na nossa educação. A crise na educação brasileira é inegável. A baixa qualidade das aprendizagens, a estagnação do desempenho escolar nos testes padronizados, a pouca...
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK