Novoeste on-line - Onde o Oeste da Bahia é Notícia
> Principal > Artigos > Pauta Livre > Melhorar o desempenho escolar é uma parceria entre a família e a escola, visando um futuro promissor
 
Melhorar o desempenho escolar é uma parceria entre a família e a escola, visando um futuro promissor
10/10/2017 as 09:07 h  Autor Valéria Borges da Silv  Imprimir Imprimir
A família e a escola são os dois primeiros ambientes sociais da criança, referência para sua conduta e são fundamentais no crescimento e desenvolvimento, desempenhando funções e responsabilidades distintas. Contudo, o desempenho escolar pode ser afetado por muitos fatores, tais como: competência e habilidade do professor, ambiente da sala de aula, condições econômicas da família, material didático.

Os pais precisam transmitir para os filhos, por meio de suas atitudes, o quanto a escola é importante. E quanto mais ativos os pais na vida escolar, maior a chance de o filho tirar boas notas no boletim e concluir uma faculdade.

O envolvimento dos pais na escola ajuda a diminuir as diferenças de aprendizado entre os mais ricos e os mais pobres, e é fator determinante do sucesso educativo. Melhora a qualidade da educação e o aproveitamento escolar dos alunos e influencia no comportamento geral do aluno, como por exemplo maior concentração nos estudos e nas aulas, disciplina, maior habilidade para lidar com professores, colegas e administração da escola.

Mas muitas vezes os pais não sabem como proceder para ajudar seus filhos a serem bons alunos. Ainda há alguns pais que se atrapalham com a lição de casa, outros trabalham demais e acabam não participando das atividades, reuniões e apresentações escolares.

A participação da família na vida escolar traz vantagens para a escola, pois aumenta as suas informações para orientar os seus filhos, os docentes ficam com as tarefas mais facilitadas e bem-sucedidas, além de ficarem mais bem vistos e compreendidos pelos pais. Os professores, além de informar os pais sobre as notas dos seus filhos devem informar da progressão dos filhos. E por outro lado, os pais devem reconhecer que as tarefas da escola não se limitam a pura transmissão de conhecimentos, mas também proporcionam um engajamento dos filhos à vida.

Tanto a escola como a comunidade são espaços de socialização e de aprendizagem. Os pais devem interessar-se pelas aspirações, verificar as dificuldades dos seus filhos e conversarem sempre com eles, motivando-os nos estudos.  E essa “parceria” entre família e escola faz com que a criança se sinta mais integrada e segura, apesar das múltiplas diversidades que possam existir.

O papel da família é de extrema importância no processo de formação da criança e reflete em todos aspectos do seu desenvolvimento, pois “a cultura familiar” inclui tudo, desde comida, música, vestuário e arte, estilo de vida, atividades extras, hábitos sociais/familiares, saúde, história, férias, educação, atitudes, etc. Embora este processo de socialização varie de família para família.

Os pais transmitem valores como autoridade, disciplina, obediência e respeito. Ainda partilham conhecimentos. E devem organizar uma rotina familiar diária, elaborando um horário de forma a proporcionar tempo de sono suficiente, uma hora e lugar adequado para o estudo, uma hora certa para finalizar os trabalhos de casa, fixar o tempo passado em frente à televisão e aparelhos eletrônicos.

Uma boa colaboração, cooperação e interação entre a família e a escola traduz-se sempre em vantagens para as duas instituições. Os pais compreendem melhor o desempenho dos professores. E a escola passará a contar com mais recursos comunitários na materialização das diversas atividades, pois o envolvimento das famílias melhora a imagem da escola e aproxima a escola da comunidade. Portanto compete aos pais e à escola a tarefa de tornar as crianças cidadãos participativos e conscientes dos seus deveres e direitos



Valéria Borges da Silveira
é escritora e poetisa. Formada em administração, é pós-graduada em direito, orientação e supervisão escolar, gestão empresarial e gestão cultural. Além disso, a profissional coordena diversos projetos sociais no Estado do Paraná.

Comente via Facebook
Mais Artigos
Não há comentários.
img


img
RSS  Artigos Artigos

Quando me perguntam se é possível aplicar na educação brasileira práticas bem-sucedidas de países com melhores resultados educacionais que o Brasil, costumo responder - para surpresa do interlocutor - com uma afirmação e uma negativa. Essa conjunção de ‘sim e não’ é a...
Até o pleito de outubro, os eleitores colocarão uma lupa sobre os candidatos. Farão um controle mais apurado do que em eleições passadas. Primeiro, em função da desconfiança que paira sobre os políticos. Segundo, porque o voto começa a sair do coração para subir à cabeça. O voto...
Na esteira da decretação de intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, vemos o embate de como executar o trabalho. Membros do governo dizem que as Forças Armadas não terão poder de polícia, falam em ação de busca e apreensão monitorada pelo Judiciário e...
Isso é Brasil! Até onde vai a promiscuidade dos nossos governantes?  Será que estão realmente preocupados com a melhoria do ensino de medicina ou com possíveis futuros financiadores de campanhas políticas, em face à realidade nacional?  Pois bem; de olhos gananciosos no alto...
O escritor sergipano Ariosvaldo Figueiredo escreveu certa vez que “moralismo e juridicismo são vertentes ideológicas de uma pequena minoria conservadora”. Frase que nunca esteve tão atual como nos dias em que vivemos, onde quem deveria zelar pela moral e pelos bons...
img
img
img
PUBLICAÇÕES RECENTES
img




img

img
img
img
CASAS img LOTES img FAZENDAS
img
CHÁCARAS img PRÉDIOS COMERCIAIS img GALPÕES
img
RSS  Dicas de Leitura Dicas de leitura
img
Como falar às crianças e adolescentes sobre respeito às diferenças? E se essas diferenças forem algo de certa forma muito difícil de explicar? É isso que faz de forma poética e muito alegre o livro Você sabe quem eu sou? Então vou te contar, de Herica B. T. Secali.
Ao questionar Paulo Freire, Ronai Rocha analisa alguns dos paradigmas mais arraigados na nossa educação. A crise na educação brasileira é inegável. A baixa qualidade das aprendizagens, a estagnação do desempenho escolar nos testes padronizados, a pouca...
Mais de quinze anos depois do lançamento de As aventuras de Pi, Yann Martel retoma ao cenário literário com o romance As altas montanhas de Portugal, publicado no Brasil pelo selo Tordesilhas. Nesse livro, Martel mantém o estilo inventivo e...
img
img
RSS  Top Vídeos Top Vídeos
img
Thumbnail
img
img
img
RSS  Classificados Classificados
img



img
img



RSS GOOGLE + YOUTUBE TWITTER FACEBOOK